Você já ouviu falar em footjob? O termo é usado para dar nome à masturbação com os pés. A prática faz parte da podolatria, que é o fetiche por pés . “Enquanto para ser um podólatra basta olhar e admirar, para curtir um footjob é preciso usar os pés em uma transa”, explica Marcos Santos, especialista em sexualidade da plataforma Sexo Sem Dúvida.

mulher colocando meia calça
shutterstock
Existem posições sexuais que podem estimular a excitação e o prazer de quem sente fetiche por pés

Geralmente são os homens que gostam de ser masturbados com os pés de outra pessoa. Se quem ganha o carinho é a mulher, a brincadeira é chamada de de footjob inverso. "Vale tudo quando o assunto é pé. A reação do fetichista ao pé é similar às nádegas ou seios. O culto aos pés pode ser também um elemento erótico de transição ou como parte das preliminares de uma relação sexual", comenta o especialista.


Footjob na prática

Cuidado, carinho, desejo e criatividade. Essa é a fórmula que o especialista indica para praticar o footjob. Segundo ele, a brincadeira começa ainda nas preliminares, usando os pés para massagear as partes íntimas da outra pessoa. Assim, aos poucos, com o clima esquentando, a situação se desenvolve para a masturbação. Marcos lembra que é preciso cuidado com a força e a pressão para ninguém se machucar.

Os  produtos eróticos também podem entrar na brincadeira para deixar tudo mais prazeroso e interessante. Lubrificantes com cheiro e odor diferente, por exemplo, podem proporcionar mais prazer. Já os produtos que esquentam ou esfriam, são uma boa escolha para estimular as duas pessoas -- quem faz e quem recebe. “Os  pés são zonas erógenas e sensíveis ao toque assim como as genitálias do homem e da mulher e merecem atenção”, explica o especialista.

Ele ainda dá mais sugestões para incrementar o momento. “Experimentem brincar sob a água numa banheira, hidro ou piscina. Uma boa estratégia é recorrer também aos sabonetes líquidos sensuais, que têm aroma afrodisíaco, toque gostoso na pele e fazem bastante espuma”. 

Pediram para eu fazer, mas tenho vergonha. E agora?

É importante lembrar que você não deve fazer nada que não se sinta confortável na hora do sexo. Porém, se alguém te pedir um footjob e você ficar com vontade de fazer, mas a vergonha falar mais alto, Marcos dá algumas dicas. “Estude mais o assunto. Veja vídeos, entrevistas, filmes e leia artigos sobre. Conversem a respeito antes de praticar. Na prática, faça uma exploração de sensações oferecendo seus pés ao parceiro para ele brincar inicialmente. Os pés são uma forma lúdica e gostosa de percorrer o corpo dele”, fala. 

Também vale  brincar com roupas e acessórios para entrar no clima. “Usar saltos altos e meias transparentes ajudam a inventar um personagem e a dar vazão às mais diversas fantasias sexuais da mulher também. O mesmo ocorre com botas, coturnos e sapatos mais pesados, que evocam uma atmosfera mais dominadora”.

    Veja Também

      Mostrar mais