Preta Gil
undefined
Preta Gil


Em live promovida pela revista Vogue, a cantora Preta Gil revelou ser pansexual. "Eu só comecei a cantar e ir para frente das câmeras depois dos 28 anos, e, antes disso, eu me relacionava com mulheres, inclusive, iniciei minha vida amorosa e sexual com uma pessoa do sexo feminino", contou a filha de Gilberto Gil.  

"Depois, passei a ter mais namorados homens. Talvez seja por isso que as pessoas tenham uma imagem heterossexual sobre mim. Mas acho que sou pansexual, gosto de gente", explicou. 

No bate-papo, Preta também falou sobre como o racismo influenciou sua afetividade. "Eu fui induzida a ter meu afeto ligado a homens brancos, porque fui criada em ambientes de predominância branca. Mas os meninos da minha escola não demonstravam interesse por mim e eu não entendia o motivo. Hoje sei que tem a ver com a cor da minha pele", revelou.

"Eu me submetia, sem saber, a relacionamentos que hoje a gente consegue verbalizar como abusivo. Eu me contentava, dentro da minha carência de mulher preta, com aquele afeto, mesmo o homem sendo grosseiro, estúpido, que tentava me silenciar. Eu me apegava a migalhas", disse, revelando já ter sofrido com relacionamentos que lhe faziam mal.

    Veja Também

      Mostrar mais