Algumas pessoas tem a ideia de que o sexo perfeito é aquele em que há orgasmo simultâneo, ou seja, quando o homem e a mulher gozam ao mesmo tempo. No entanto, a realidade é que as relações sexuais não funcionam exatamente dessa forma.

Leia também: 20 dicas para ter um orgasmo e sentir mais prazer na relação

casal na cama
shutterstock
O orgasmo simultâneo acontece quando os dois gozam ao mesmo tempo, mas nem sempre é fácil de atingi-lo

Enquanto um pode chegar ao ápice do prazer em poucos minutos, o outro pode demorar um pouco mais. Além disso, a mulher é capaz de ter mais de um orgasmo por relação, enquanto o homem tem mais dificuldade. Por isso, vivenciar um orgasmo simultâneo exige dedicação e, mesmo assim, pode nem acontecer.

Ao site norte-americano Cosmopolitan, a educadora sexual Anne Hodder-Shipp diz que é muito mais fácil sincronizar o orgasmo quando os dois se masturbam juntos do que com uma posição sexual específica.  Embora algumas posições sexuais sejam prazerosas para os dois, pode ser que um chegue ao orgasmo primeiro.

Para essa masturbação em conjunto, a especialista sugere que o casal fique deitado lado a lado, um de frente para o outro. A dica é passar bastante lubrificante nas mãos e começar a se tocar. A ideia é que cada um toque a si mesmo, mas prestando bastante atenção no outro. Sons, expressões, respiração e outros sinais ajudam a sincronizar com a excitação do outro.

"Esse momento é incrivelmente íntimo, porque há poucas coisas mais vulneráveis ​​do que sentir prazer sozinho na frente de alguém com quem você está conectado", garante Hodder-Shipp.

Leia também: Por que ver seu parceiro se masturbar pode melhorar o sexo?

Sem pressão para conseguir

Diante de uma idealização tão grande do orgasmo simultâneo, a sexóloga Débora Pádua alerta para o casal não ficar tão focado nisso e deixar de se concentrar em sentir prazer. “Não é tão fácil assim [sincronizar], porque cada um tem as suas sensações e o seu momento”, fala.

Claro, não precisa deixar o outro de lado e focar só em si. “Você pode prestar atenção no que a outra pessoa está sentindo, se ela está chegando no ápice e você consegue se estimular para chegar ao ápice junto com ela, fantástico”, fala.

No entanto, o que acontece é que as pessoas criam um mito de que o orgasmo perfeito é simultâneo e isso gera muitas frustrações e cobranças. E quando o casal fica tão focado nisso, deixa de sentir outras coisas.

Leia também: Orgasmo vaginal x orgasmo clitoriano: qual é a diferença?

Saiba tudo sobre orgasmo

Essa reportagem sobre orgasmo simultâneo  faz parte do nosso especial sobre orgasmo. Até domingo (29) vamos publicar diariamente conteúdos sobre o tema para te ajudar a “chegar lá” com mais facilidade. Veja o que já foi publicado e o que ainda vem pela frente:

    Veja Também

      Mostrar mais