Tamanho do texto

Uma pesquisa realizada pelo site Ashley Madison aponta que 77% dos adúlteros consideram muito severa a forma como a traição é julgada

Não se pode negar que a traição é uma realidade para muitos casais. Mas, o que leva as pessoas a buscarem outro parceiro? Uma pesquisa recente do Ashley Madison , site de relacionamentos extraconjugais, revela que o principal motivador é o tédio no relacionamento (71%).

Mulher observando traição
shutterstock
O estudo do Ashley Madison aponta que a maioria dos adúlteros consideram que a traição é mais julgada do que deveria

Além disso, muitos admitem que não sentem culpa ao trair e que pouco se importam se o parceiro descobrirá ou não a traição . Em resumo, a falta de satisfação no relacionamento é o principal motivador para buscar outra pessoa. Para muitas pessoas, esse comportamento é condenável por ferir princípios morais.

No entanto, quem trai não pensa dessa forma. Uma nova pesquisa realizada com 2,4 mil membros do site de relacionamentos extraconjugais buscou entender como sentem aqueles que traem diante do julgamento de parte da sociedade. Para 77% dos entrevistados, é injusto julgar quem trai com tanta severidade.

Os membros do site foram questionados sobre como se sentem quando ouvem a palavra “traidor”. A maioria (26%) se sente julgada, alguns se sentem curiosos (23%) e outros empáticos (16%). Já outros membros, sentem culpa (10%) e vergonha (10%).

Leia também: Para mulher, ter amantes é o segredo para garantir o prazer no casamento

Devemos julgar uma traição?

Homem olhando celular de mulher
shutterstock
Os adúlteros acreditam que as pessoas não compreendem bem os motivos para uma traição e por isso julgam demais

Para Isabella Mise, diretora de comunicação da Ashley Madison , muitas pessoas encontram no adultério uma forma de sobreviver a um relacionamento onde não se sentem mais desejados ou reconhecidos. No entanto, nem sempre quem está de fora entende isso.

 “Quando o casamento não é o que se esperava, por que eles deveriam ser envergonhados por tentar alcançar a felicidade enquanto mantêm sua responsabilidade para com a família?”, questiona.

Leia também: Trair tem a ver com amor? Veja o que mulheres que já traíram têm a dizer

Nesse sentido, 85% dos entrevistados dizem achar que as pessoas não estão dispostas a raciocinar quando enfrentam uma traição e que muitos não entendem o motivo das pessoas traírem. Além disso, 94% acreditam que as pessoas deveriam estar mais abertas a compreender as realidades inesperadas de um casamento.

E você? O que acha sobre o assunto? Opine!


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.