Tamanho do texto

Segundo pesquisa, 73% das mulheres sentem algum desconforto durante a relação sexual, e o Delas dá algumas dicas que podem te ajudar ficar excitada

É fato que a mulher depende muito do próprio  nível de excitação para ter prazer durante a relação — algo que não acontece com os homens. Como assuntos que envolvem a vida sexual feminina ainda são pouco discutidos, muitas acabam sentido certo desconforto no sexo e acreditam ser algo "normal". Pelo menos é o que mostra um estudo recente realizado pela Durex.

Segundo estudo da Durex, a maior parte das mulheres sente algum desconforto no sexo, o que pode prejudicar o prazer dela
shutterstock
Segundo estudo da Durex, a maior parte das mulheres sente algum desconforto no sexo, o que pode prejudicar o prazer dela

Para a pesquisa foram entrevistados 1,2 mil britânicos, entre homens e mulheres. De acordo com os resultados, 73% delas sentem algum desconforto no sexo — o que pode ser desde um incômodo simples até uma dor forte. Um terço dessas também afirmou que essa falta de prazer faz com que elas não queiram manter relações com outras pessoas, enquanto 9% disse que isso afetou o relacionamento com seus parceiros. 

As informações também mostram que 9% das entrevistadas já fingiu um orgasmo e quase 16% já "acelerou" o orgasmo do parceiro ou quis parar a transa por causa do desconforto. Por outro lado, apenas 57% dos homens que participaram do estudo afirmaram ter notado que suas companheiras não estavam tendo prazer. O que, segundo os pesquisadores responsáveis, mostra que eles não são tão perceptivos sobre as mulheres durante o sexo.

Entre os principais motivos dessa dor e desconforto no sexo é a falta de lubrificação. Apesar dos resultados mostrarem que nove a cada dez dessa mulheres se sentiram melhor quando usaram lubrificante para facilitar a penetração, apenas um terço delas usa regularmente. 

5 dicas para estimular a lubrificação e evitar desconforto no sexo

Algumas dicas podem te ajudar a sentir menos desconforto no sexo, como ir além da penetração ou investir no lubrificante
shutterstock
Algumas dicas podem te ajudar a sentir menos desconforto no sexo, como ir além da penetração ou investir no lubrificante

Essa relutância em usar um lubrificante sintético está, muitas vezes, no tabu sobre o tema. Em entrevista prévia ao Delas , a ginecologista e obstetra Kelly Alessandra Tavares afirma que muitas mulheres podem ficar com vergonha de expor seus medos, dúvidas e dificuldades durante a relação sexual, o que inclui sugerir aos parceiros o uso de lubrificantes.

As mulheres, quando são estimuladas e ficam excitadas, geralmente ficam "molhadas". Essa lubrificação é a preparação natural do corpo feminino para que a penetração aconteça da forma mais prazerosa possível e sem qualquer tipo de dor. Mas se você está entre as que sofrem com o desconforto no sexo, existem algumas dicas que podem te ajudar; confira: 

1. Aposte nas preliminares

As preliminares podem ser a melhor alternativa para sentir menos desconforto no sexo, já que te ajuda a explorar o corpo
shutterstock
As preliminares podem ser a melhor alternativa para sentir menos desconforto no sexo, já que te ajuda a explorar o corpo



Uma dica para estimular a lubrificação feminina que pode ser bem simples é  investir nas preliminares  . Além de tornar o sexo bastante divertido, apostar em estímulos e carícias antes dos "finalmentes" podem ajudar a deixar a mulher confortável e relaxada, mais entregue ao momento de prazer e, claro, lubrificada. 

Uma alternativa é ir alternando os estímulos por estágios junto com o parceiro. Assim, a dica é começar bem devagar e, depois, seguir para algo mais intenso até chegar à penetração. Estimular as zonas erógenas é outro passo importante nessa brincadeira toda e, também, pode ser uma ótima forma de conhecer o próprio corpo e saber o que te deixa mais excitada. 

Segundo especialistas, investir na preliminar é importante para muitas outras coisas além do prazer. O ato aumenta os níveis de hormônios, como dopamina, serotonina, endofina e oxitocina, que geralmente são liberados em situações agradáveis e promovem felicidade e bem-estar, ajudando até mesmo à potencializar o orgasmo. 

2. Vá além da penetração

Nem todas as mulheres que sentem prazer na penetração e explorar outras opções podem diminuir o desconforto no sexo
shutterstock
Nem todas as mulheres que sentem prazer na penetração e explorar outras opções podem diminuir o desconforto no sexo

Não são todas as mulheres que ficam excitadas e sentem prazer com penetração  e não tem problema nenhum se esse é o seu caso! Nesse caso as zonas erógenas do corpo feminino também podem ser exploradas. O toque pode dar prazer nas partes internas dos braços e coxas, nos seios, na virilha, na região atrás do pescoço, nas orelhas e na coluna vertebral, por exemplo. 

Um estudo que consultou mais de 50 mil mulheres e foi publicado no início do ano passado no periódico “Archives of Sexual Behaviour”, o sexo oral antes ou depois da penetração faz o número de mulheres que chegam ao orgasmo passar de 35% para 60%. Assim, investir nesse tipo de estimulação pode ser uma forma de ter prazer além da penetração. 

3. Experimente se masturbar

Além de ser uma ótima forma de conhecer o próprio corpo, se masturbar dá prazer e ajuda a evitar desconforto no sexo
shutterstock
Além de ser uma ótima forma de conhecer o próprio corpo, se masturbar dá prazer e ajuda a evitar desconforto no sexo








Outra dica é para aquelas que querem ficar mais lubrificadas é testar a masturbação. Não tem problema se você nunca se tocou antes, agora pode ser um ótimo momento para começar, já que além de te ajudar nessa questão, pode ser uma forma de conhecer o próprio corpo, estimular a sexualidade e descobrir diferentes formas de ter prazer.

É importante saber que não há regra ou manual para se masturbar. Tudo vai depender de encontrar o que funciona melhor para si e isso vai desde posições até se você prefere usar os dedos ou brinquedos eróticos. Vibradores, consolos e outros acessórios podem ser bastante úteis nessa jornada. É só escolher o seu! 

Acrescentar esses acessórios à relação sexual também costuma provocar sensações, aumentar o nível de excitação e diminuir o desconforto no sexo. Então, se sentir confortável, convide seu parceiro para te masturbar ou deixe-o assistir enquanto você se toca. A prática é muito indicada por especialistas porque ajuda a aproximar os parceiros e a movimentar a relação. 

4. Teste coisas novas

Testar posições sexuais ou experimentar brinquedos eróticos podem te deixar excitada e diminuir desconforto no sexo
shutterstock
Testar posições sexuais ou experimentar brinquedos eróticos podem te deixar excitada e diminuir desconforto no sexo

Muitas vezes, a falta de prazer está relacionada à mesmice e, ao longo dos anos, é comum que o sexo caia na rotina. Além dos brinquedos eróticos, experimentar novas posições sexuais, transar em locais que não são a sua cama, propor um desafio ao seu parceiro e até investir em fantasias são alternativas ótimas para ter mais prazer. 

No Youtube, Cátia Damasceno, especialista em uroginecologia, sexualidade feminina e idealizadora do Programa Mulheres Bem Resolvidas, listou dicas para apimentar a relação e uma delas sugere banir aquilo que você e o seu parceiro já fazem. Então, deixe o que dá certo de lado e vá atrás de coisas novas que vocês possam incluir na relação. 

5. Não tenha receio de usar lubrificante

Não é preciso ter vergonha de usar lubrificante na relação, já que o produto pode te ajudar a ter menos desconforto no sexo
shutterstock
Não é preciso ter vergonha de usar lubrificante na relação, já que o produto pode te ajudar a ter menos desconforto no sexo

Por último, se nenhuma das alternativas acima deu certo, não é preciso ter vergonha de procurar um lubrificante. Atualmente, existem diversas composições no mercado, sendo aquelas que são à base de água ou silicone consideradas as melhores para o sexo seguro. Os produtos à base de óleo, por exemplo, podem reagir com o látex da camisinha e furá-lo. 

Se você está insegura sobre o uso do lubrificante e não sabe qual é o mais indicado, pode sempre procurar uma ginecologista — uma prática, inclusive, é bastante recomendada. Além de sugerir um produdo, essa profissional pode descobrir se há alguma causa para a falta de lubrificação e te ajudar a se sentir menos desconfortável durante a relação sexual. 

É importante lembrar que o principal objetivo de um lubrificante é reduzir o atrito da fricção do sexo, ou seja, não significa que a sua vagina não esteja funcionando corretamente! Tudo o que você está buscando é ter prazer e é preciso encontrar a melhor forma de sentir isso sem dor.

Leia também: Hímen complacente causa mais dor na hora da penetração? Delas responde

Tem dúvidas sobre desconforto no sexo , sexualidade ou posições sexuais? Entre em contato pelo email  sexo@igcorp.com.br   e nós traremos uma especialista para respondê-la com sigilo!