Tamanho do texto

Após saber da infidelidade do namorado, Shanita Hogan achou que não iria mais conseguir seguir com a relação. Porém, após o nascimento do filho, ela resolveu dar mais uma chance ao homem e aceitou o pedido de casamento

Você conseguiria perdoar uma traição ? Para muitas mulheres, é difícil seguir em frente com o relacionamento após perder a confiança no companheiro. Entretanto, Shanita Hogan, de 31 anos, conseguiu superar as escapadas do marido com a melhor amiga dele e seguiu em frente com a sua relação, chegando até a planejar o casamento.

Após perder a traição, a mulher resolveu dar uma terceira chance ao relacionamento e, agora,  planeja se casar
Reprodução/The Sun
Após perder a traição, a mulher resolveu dar uma terceira chance ao relacionamento e, agora, planeja se casar

Ao “The Sun”, Shanita compartilhou detalhes de sua história com Pete Jackson, de 36 anos – e narrou todo o processo de traição . Tudo começou quando o casal se conheceu em 2013, durante um evento da empresa, quando ela ainda morava com o ex-namorado.

“Naquela ocasião, nos separamos sem que eu sequer soubesse o nome dele, mas nunca o esqueci. Eu não esperava ver ele de novo, até que ele me adicionou no Facebook, seis meses depois, após me encontrar entre os amigos de seu chefe. Eu fiquei em êxtase”, fala ao jornal.

A essa altura, ela já havia terminado com seu então namorado . Na rede social, Pete mandou uma mensagem. “Eu tenho tentado te encontrar desde que vi você pela primeira vez.” "Bem, agora você me encontrou", respondeu a jovem, sorrindo, enquanto digitava, conforme relata à publicação.

Em seguida, eles combinaram um encontro. Apesar disso, Shanita revela que não estava pronta para outro relacionamento tão próximo e, por isso, decidiram ser apenas amigos. Entretanto, um ano e três meses depois, a amizade floresceu – e decidiram engatar um romance. “Esperei tanto tempo por esse dia”, disse ela, sobre maio de 2015, quando a relação foi oficializada.

Conforme ela relata, o relacionamento estava perfeito exceto o fato da  melhor amiga de Pete, Sonia* ( nome fictício ), parecer ter ciúmes do relacionamento deles. “Eu não conseguia descobrir qual era o problema, já que eu não tinha sido nada além de amigável com ela. No começo, eu apenas pensei que ela estava sendo protetora de Pete, mas, com o passar das semanas, ela parecia se esforçar para interferir”, revela.

Shanita, então, passou a perceber que a mulher tocava com frequência do braço de seu namorado ou dava abraços “amigáveis”. Diante disso, resolveu questionar: "Preciso me preocupar com a Sonia?", perguntou para Pete. Em resposta, ele disse que não e a tranquilizou: "Ela é uma das minhas amigas mais antigas, mas isso é tudo.”

A confiança, no entanto, durou pouco. Isso porque, dois meses depois, enquanto olhava o celular dele, encontrou fotos nuas de Sonia. “Eu imediatamente confrontei Pete e ele me disse que eles eram apenas amigos e nunca tinha sido nada mais. Eu estava furiosa, mas eu realmente queria dar uma segunda chance ao nosso relacionamento”, conta.

Para que isso acontecesse, havia uma condição – e seria preciso aceitá-la. “Eu disse a ele que teria que cortar os laços com Sonia. Odiei fazer isso. Eu não era uma pessoa naturalmente ciumenta e controladora, mas não confiava nela e sabia que não poderia avançar se ela ainda estivesse em sua vida”, justificou.

Da traição ao perdão

Depois que descobriu a traição, a mulher achou que não iria mais se reconciliar com o namorado, mas deu uma nova chance
Reprodução/The Sun
Depois que descobriu a traição, a mulher achou que não iria mais se reconciliar com o namorado, mas deu uma nova chance

Depois de ver as imagens, a reconstrução da confiança não foi um processo fácil, mas aconteceu ao longo do tempo. E mais um passo foi dado. Em maio de 2017, um desejo se tornou realidade: após alguns meses de tentativa, veio a gravidez. Segundo relata, Pete teria dito que ela seria uma mãe incrível.

Nessa época, o casal morava em Virgínia, nos Estados Unidos, mas resolveu criar a criança na Inglaterra. Para isso, Shanita viajou e começou a procurar casas, enquanto Pete permaneceu no estado americano para terminar o seu contrato de trabalho e ir para lá em seguida. “Não foi fácil estar grávida e tão longe dele. Ele dizia que sentia a minha falta”, desabafa.

Enquanto estava no quinto mês de gestação, a jovem descobriu a traição de seu companheiro – e justamente com Sonia. “Ela me mandou uma mensagem no Facebook. Quando abri, senti um nó na garganta. O texto dizia que Pete nunca parou de falar com ela e que dormiram juntos algumas vezes”, conta.

Após questioná-lo da veracidade do texto, esperando que fosse uma mentira, ele, para sua tristeza, confessou. “Pete admitiu isso, me dizendo que tinha acontecido duas vezes. Eu não pude acreditar. Eu disse que ele poderia estar na vida do bebê, mas que estava fora da minha”, expõe.

Em dezembro, no entanto, Pete chegou ao Reino Unido a tempo para ver o nascimento do filho. Emocionada com toda a situação, a mulher resolveu dar uma terceira chance, e o processo de reconciliação aconteceu uma semana depois de sua chegada.

“Ainda estava tão magoada e zangada com ele, mas, quando o vi com o bebê em seus braços, meu coração se derreteu. Eu estava relutante, mas senti que devia ao nosso filho dar outra chance ao nosso amor”, revela.

Pete pegou o filho no colo após o nascimento e, com isso, Shanita perdoou a traição e resolveu reatar o relacionamento
Reprodução/The Sun
Pete pegou o filho no colo após o nascimento e, com isso, Shanita perdoou a traição e resolveu reatar o relacionamento

Agora, depois de toda a história e superar todas as barreiras, o casal planeja o casamento, após o pedido de Pete. “Ele cortou Sonia de sua vida e passamos a ser transparentes um com o outro. Eu não levo sentimentos ruins. Estou ansiosa para o nosso futuro”, relata.

Na reportagem, Pete também teve a oportunidade de falar sobre a traição que cometeu e se mostrou arrependido de sua infidelidade .  “Ainda sinto culpa disso. Reconheci o meu erro. Não foi nada fácil, mas nos amamos o suficiente para saber que somos muito mais fortes do que a pessoa que tentou nos separar. Até hoje peço desculpas por machucá-la. Shanita é uma ótima mãe e uma mulher incrível. Não podia deixá-la sair da minha vida”, explica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.