Tamanho do texto

Levantamento ainda mostrou que 34% das entrevistadas trai o parceiro e que 59% têm dificuldades em atingir orgasmo; explicação envolve a libido

Infelizmente, o sexo ainda é um tabu para muitas pessoas e isso as impede de viver o ato de forma prazerosa. Tanto é que uma a cada cinco mulheres classifica sua vida sexual como “ entendiante e pouco satisfatória ” de acordo com um levantamento realizado pelo site de saúde da mulher “Healthista” em parceria com a marca “Lady Prelox”, que vende produtos para estimular a libido feminina.

Entrevistando 1.300 mulheres sobre a vida sexual delas, pesquisa ainda viu que 34% traem os parceiros
shutterstock
Entrevistando 1.300 mulheres sobre a vida sexual delas, pesquisa ainda viu que 34% traem os parceiros


A pesquisa fez perguntas sobre a vida sexual de 1.300 mulheres entre 25 e 55 anos de idade, e mostrou outras informações preocupantes sobre esse aspecto da vida das mulheres: mais de 10% daquelas com parceiros fixos não têm momentos íntimos com eles há mais de um ano, e 34% delas traem os companheiros. Além disso, 32% delas descreveram o sexo com seus parceiros como “bom, mas poderia ser melhor”.

Elas também confessaram fantasiar com outras pessoas durante o sexo com seus companheiros (quase 50%) e a maioria se imaginava com alguém que elas conheciam - 15% citaram ex-parceiros.

Por outro lado, 36% das entrevistadas disseram estar felizes com suas vidas sexuais, enquanto 14% das participantes classificaram suas relações como “quentes”.

Como resultado, 59% das mulheres relataram sentir dificuldades para atingir o orgasmo durante o sexo, apesar de 49% afirmar sempre conseguir chegar nesse ponto. Pior ainda, 20% das entrevistadas fingem ter orgasmos apenas para agradar o parceiro.

Razão por trás da vida sexual “entediante”

Pesquisadores acreditam que razão por trás da vida sexual frustrante é a falta de libido entre casais
shutterstock
Pesquisadores acreditam que razão por trás da vida sexual frustrante é a falta de libido entre casais


Tentando descobrir a razão por trás dos resultados tão desanimadores do levantamento, os pesquisadores ainda questionaram as mulheres sobre suas libidos. Metade delas classificou o próprio desejo sexual como mediano, 15% classificou como alto, 24% como sendo baixo e cerca de 10% disse sequer sentir qualquer desejo. Além disso, um quarto das mulheres afirmou que seus parceiros tinham baixa libido .

Segundo os pesquisadores, esta seria uma das razões pelas quais as mulheres estariam insatisfeitas com suas vidas sexuais: têm uma  libido incompatível com a do parceiro e/ou se sentem desconfortáveis com o desejo que sentem, tendo, ainda, dificuldades de expressar isso ao companheiro.

Perguntando às mulheres formas de apimentar o sexo  e a vida sexual , 23% disseram que experimentariam com BDSM, 58% recomendou uma escapada de fim de semana e 59% sugeriu usar uma lingerie mais sexy. Algumas ainda consideraram ver pornô, uma em cada quatro mulheres, e 26% disse que perguntaria ao parceiro suas fantasias sexuais para tentar realizá-las.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.