Tamanho do texto

Peter e Ruth já estavam na casa dos 80 anos e sempre foram muito unidos, eles gostavam de passear pela natureza, ouvir música e ir a shows juntos

Por 60 anos, o casal da Nova Zelândia Peter Bedford, de 86 anos, e Ruth Bedford, de 83 anos, viveu um relacionamento rodeado de amor e cumplicidade. De acordo com a família, eles eram inseparáveis e, por ironia do destino (ou não), eles acabaram morrendo no mesmo dia, com apenas nove horas de diferença.

Leia também: O amor e suas diversas formas

Idosos com mais de 80 anos e com 60 anos de casados morrem no mesmo dia, com nove horas de diferença
shutterstock
Idosos com mais de 80 anos e com 60 anos de casados morrem no mesmo dia, com nove horas de diferença


Os idosos  se conheceram quando ainda eram jovens. Peter decidiu tentar a vida na Nova Zelândia e, chegando lá, conheceu seu grande amor em um baile na cidade de Auckland. Começaram um relacionamento e, em 30 de dezembro de 1957, oficializaram a união. O casamento rendeu frutos, e o casal construiu uma família com três filhos – Michael, Simon e Caroline –, e dois netos.

União cheia de simplicidade

Ruth trabalhou como escriturária, e Peter manteve o emprego de zelador de uma universidade até os 80 anos de idade. O casal criou os filhos em uma zona rural, como conta Caroline em entrevista ao site "Stuff NZ". Ela se lembra de conviver na infância com ovelhas, vacas, cavalos, gambás, cachorros, gatos e outros animais.

Leia também: Melhor foto de noivado dos últimos 12 meses vai encher seus olhos de amor

Os idosos sempre foram muito unidos e adoravam caminhar para admirar a natureza, ouvir música e também gostavam de ir a shows juntinhos – muito amor. "Eles eram pessoas muito rurais. Bem, meu pai era. Mamãe gostava mais das artes e da socialização", lembra a filha.

Ambos eram independentes e faziam questão de ser muito gentis e prestativos, especialmente com as pessoas que viviam na mesma comunidade que eles. Tanto Pater quanto Ruth eram muito queridos no bairro.

Internação sem volta

No auge dos 86 anos, Peter passou mal e precisou ser internado. Segundo a família, Ruth demonstrou, de forma intuitiva, que sabia de o parceiro de tantos anos não voltaria mais para casa. E ela estava certa, o idoso não resistiu e cerca de nove horas depois de ter recebido a notícia, Ruth também acabou falecendo.  "Foi bom que eles partiram juntos. Um ficaria completamente perdido sem o outro", afirma Caroline.

Leia também: Garotinho faz xixi durante pedido de casamento, e vídeo viraliza

A neta do casal, Cadence, de 31 anos, ficou muito sentida, ela conta que o avô não era de falar muito, mas, quando ele falava, as pessoas ouviam. Mesmo perdendo duas pessoas tão queridas, ela diz que foi "uma coisa linda" os avós falecerem no mesmo dia. O funeral dos idosos apaixonados aconteceu no dia 16.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas