Tamanho do texto

Will Parfitt é stripper e, coincidentemente, muito parecido com Channing Tatum, estrela do filme "Magic Mike", que mostra a vida de outros strippers

Um stripper está ganhando reconhecimento por ser o “Magic Mike da vida real”, fazendo referência à sua semelhança com o stripper interpretado por Channing Tatum no filme. Will Parfitt, de 27 anos, nasceu em Londres, mas, hoje, mora na Austrália , onde trabalha em uma empresa de mudanças durante a semana - e tirando as roupas aos finais de semana.

Leia também: "Fico feliz por minha filha ser stripper e pagar por nossas cirurgias plásticas"

Will Parfitt é stripper e muito parecido com Channing Tatum, que atua como Magic Mike, outro stripper, no filme homônimo
Reprodução
Will Parfitt é stripper e muito parecido com Channing Tatum, que atua como Magic Mike, outro stripper, no filme homônimo


E não pense que ele ganha pouco. Conforme revelou ao veículo “Daily Mail Australia”, toda essa glória de ser parecido com o protagonista de “ Magic Mike ” rende 1,6 mil libras (aproximadamente R$ 7,7 mil) a cada final de semana trabalhado. Parfitt trabalha com a Magic Men, agência de Melbourne especializada em “noites de garotas”, fazendo desde festas até eventos privados.

De acordo com ele, sua fama de sósia de Channing Tatum começou quando um promoter da agência começou a chamá-lo pelo nome do ator como uma piada. No primeiro momento, ele não levou a sério, mas isso acabou desencadeando todo o reconhecimento que tem hoje como stripper.


Segundo o rapaz, durante a alta temporada (normalmente entre outubro e abril), ele chega a fazer 15 apresentações em apenas um final de semana. Seus shows duram de 20 a 30 minutos e ele cobra 120 libras (quase R$ 600) pelas apresentações nas quais tira as roupas e fica apenas de tapa-sexo.

“As garotas escolhem o que eu uso. Pode ser um policial, um bombeiro ou no estilo do Magic Mike. Eu também já fui um jogador de futebol e um instrutor de karatê, mas são elas mesmas que escolhem”, acrescenta.

Leia também: Strippers virtuais: elas rejeitam empregos comuns e aceitam recarga de celular

A carreira do stripper


Parfitt começou sua carreira como um garçom que trabalhava sem camisa, e foi nessa época que começou a treinar seus "movimentos eróticos". Ele conta que, hoje, as performances começam leves e ficam mais “loucas” com o cair da noite. “Quanto mais tarde, mais as garotas se soltam e resolvem encostar em mim”, brinca o stripper.


Ele também revela que, nas despedidas de solteira - nas quais ele se apresenta com frequência - são as próprias noivas que aproveitam mais a oportunidade. Apesar de mulheres mais jovens amarem seus shows, porém, Parfitt diz que fazer uma performance no aniversário de uma senhora de 80 anos foi um marco em sua carreira. “Eu estava nervoso, mas ela amou, foi ótimo”, conta,

Leia também: Quatro ideias para despedidas de solteira originais

O dinheiro é bom e Parfitt está perfeitamente confortável com o trabalho que tem, mas, ainda assim, o sósia do Magic Mike diz que a carreira de stripper tem data de validade. De qualquer forma, ele ainda espera continuar na profissão durante alguns anos.  Tem alguma dúvida sobre sexo, sexualidade ou posições sexuais? Entre em contato conosco pelo sexo@igcorp.com.br e nós trazemos um especialista para respondê-la com sigilo total!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.