Tamanho do texto

Pensando em ter um relacionamento sério, pessoas acima dos 40 procuraram o amor em sites de namoro. E não é que deu certo? Veja as histórias

Conhecer alguém pela internet e ter de marcar um encontro cara a cara com essa pessoa parece ser o maior pesadelo de alguns. E realmente, encontrar um parceiro através de um aplicativo de namoro ou site de relacionamento é algo desafiador, mas nem sempre está fadado ao fracasso ou a decepção. Muito pelo contrário. 

Leia também: Erros para não cometer em perfil de aplicativos de namoro 

Pessoas acima dos 40 anos também procuram histórias de amor em aplicativos de namoro e site de relacionamento
shutterstock
Pessoas acima dos 40 anos também procuram histórias de amor em aplicativos de namoro e site de relacionamento







O Delas conversou com a equipe de um site de relacionamento , o "Coroa Metade", e separou histórias que tiveram, sim, um final feliz. E engana-se quem pensa que flertar ou namorar por um aplicativo ou com a ajuda de um site é coisa só de jovens. Essas histórias são de pessoas acima dos 40 anos. É o amor nos tempos de modernidade. 

Eu tenho filhos e ela tem filhos

Diogo já havia conhecido algumas mulheres através da internet. Sendo viúvo e com dois filhos, era difícil encontrar alguém que quisesse ter algo mais sério e, logo de cara, já conciliar a vida de casal com as crianças. “Estava quase terminando minha assinatura do site e pensei em renovar mais uma vez, como uma última chance, mas quase não acreditava mais que encontraria alguém novamente”, conta.

Foi nesse período que ele conheceu Sandra. Coincidentemente, ela também já era mãe de duas meninas. Divorciada há alguns meses, ela estava procurando um homem com que tivesse coisas em comum, mas até aquele momento não havia conhecido ninguém interessante. “Eu estava pensando em sair do site. Definitivamente não era onde eu iria encontrar o amor." 

Até que um dia recebeu uma mensagem de Diogo. Os dois conversaram pelo chat e, depois de um tempo, evoluíram para o telefone. “Quando conversamos por telefone falamos demais, como se já nos conhecêssemos há anos”, diz ele. O próximo passo, naturalmente, foi se encontrar pessoalmente. No fim do encontro, ele a levou até em casa e acabou conhecendo as filhas de Sandra.

Ela conta que as meninas gostaram dele de forma intantânea. Mas parece que não foram só as crianças que se deram bem com Diogo logo de cara. O casal também sentia que a ligação entre eles era forte. Em 2013, apenas oito meses depois desse encontro, eles se casaram. 

Leia também: Veja quais palavras você não deve usar no perfil de um aplicativo de namoro

Transparência e clareza na hora da conquista

Shirlei e Paulo Sérgio também se conheceram através do site de relacionamento em 2013. Depois de terminar um relacionamento de anos, ela tentou encontrar um parceiro que estava procurando algo sério por meses. 

Shirlei conta que chegou a conhecer pelo site alguns homens interessantes, mas só marcou de se encontrar mesmo com o Paulo. Ele havia chamado atenção pela “transparência e clareza de ideias”, algo que combinavam com o que queria.

Quando chegou o dia do encontro, quase que não aconteceu. “Eu me atrasei e meu telefone estava sem sinal", ela lembra. O destino, porém, estava a favor do casal. “Não sei como, mas consegui identificá-lo mesmo estando de costas." Desde então, Shirlei e Paulo não se desgrudaram mais e hoje, os dois moram juntos. 

Compromisso sério, mas sem pressa

A história de amor de Vera e Hélio andou a passos mais lentos, mas não muda o sentimento do casal. Ela conta que já frequentava encontros com alguns homens antes mesmo de conhecer alguém pela internet. "Sempre pensava: 'encontrar um homem honesto na vida real já é difícil, imagine no mundo virtual'."

Quando decidiu se render aos sites de namoro, demorou a achar alguém que tivesse seu perfil. Até receber a mensagem de Hélio. "Ele estava disposto a assumir um compromisso",  afirma. Mas nenhum dos dois teve pressa para se encontrar. Vera ainda estava receosa com a indentidade online. "Tudo o que ele me dizia, procurava checar para ver se era verdade. Não me contentava com referências virtuais: queria saber se ele realmente existia e onde morava." 

Enfim, conversas viraram telefonemas e, depois, um encontro cara a cara. A partir disso, a relação evoluiu de forma rápida. "Após três encontros, começamos a namorar."

"Se alguém me falasse um tempo atrás que era possível encontrar um grande amor na internet, não acreditaria. Hoje posso comprovar que isso é verdade."

Leia também: Mulher entra em site buscando dinheiro para pagar dívidas e acaba se casando

Dicas para encontrar o amor

De acordo com Vera, existem alguns fatores que podem te ajudar na hora de encontrar o par perfeito por maio desses aplicativos ou sites. A dica número um é para ser você mesmo. "Se a pessoa que você encontrou se apaixonar por você, não sofrerá nenhum tipo de decepção, pois você foi sincero em todos os momentos."

Em segundo lugar, é importante saber montar o seu perfil. Verifique erros de português e coloque informações que são relevantes para que a outra pessoa te conheça melhor e se interesse por você. Quem sabe vocês até descobrem gostos em comum? E por último, mas não menos importante, siga sua intuição. Saia com quem te chamou atenção e tenha a mente aberta para o romance. 

Romance acima dos 40

Airton Gontow, idealizador e diretor do "Coroa Metade", explica que muitas pessoas acima dos 40 anos que estão divorciadas buscam uma segunda chance no amor. Entretanto, a maior dificuldade é encontrar alguém que também esteja procurando um relacionamento mais sério. 

Realmente, o  número de divórcios no Braisl teve um aumento de 4,7% entre 2015 e 2017. Em média, o homem se divorcia mais velho que a mulher, com 43 anos dele contra 40 dela. Além disso, para os brasileiros, o tempo médio entre a data do casamento e a data da sentença ou escritura do divórcio é de 15 anos.

Assim, o surgimento de plataformas, como um site de relacionamento, seja para um público específico ou não, se torna uma tendência de namoro moderno. Encontrar alguém através da internet ou de aplicativos no celular são formas de fugir do círculo social e, ao mesmo tempo, dar uma chance para alguém que tenha gostos em comum com você. 

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.