Tamanho do texto

Fast food é brochante para mulheres e até a dificuldade em pronunciar o nome da comida pode pesar na hora de escolher o que comer com o "date"

A menos que a pessoa seja bastante criativa e tenha ideias “diferentonas”, as ideias de programa na hora de marcar um encontro (ainda mais se for o primeiro) não costumam variar muito. As pessoas tendem a escolher bares, cinemas e restaurantes, mas, enquanto as primeiras duas opções tendem a ser mais simples, um estudo mostra que há, sim, comidas mais e menos apropriadas para o momento, tornando a escolha de um restaurante algo relativamente decisivo.

Leia também: Mulher publica foto do ex e descobre que namoro não acabou como pensava

Na hora de escolher onde comer em um encontro, há, sim, opções mais e menos agradáveis
Shutterstock
Na hora de escolher onde comer em um encontro, há, sim, opções mais e menos agradáveis

O estudo foi realizado pelo aplicativo de relacionamentos Zoosk, que analisou os perfis de mais de 3 milhões de usuários, cerca de 360 milhões de mensagens trocadas entre eles e ainda entrevistou 7 mil solteiros para descobrir qual é o papel da comida na atração. Em primeiro lugar, o levantamento mostra que mencionar comida no perfil de aplicativos e sites assim faz com que as pessoas se tornem mais atraentes , é mesmo de se esperar que elas sejam exigentes quanto as escolhas de um parceiro em potencial na hora de decidir o que comer em um encontro . (Spoiler: fast food pode ser brochante).

Escolha estas...

De acordo com o levantamento, a maior parte das pessoas tem frutos do mar como a melhor opção para um “date”. O segundo lugar da lista mostra que escolher uma churrascaria também pode ser uma boa ideia, já que carne segue os frutos do mar de perto, e, em seguida, vem a comida mexicana.

Há, porém, algumas diferenças para homens, mulheres e faixas etárias; refeições com carne são 7% mais populares entre homens do que entre mulheres e, se seu par tem entre 21 e 34 anos (ou seja, está entre os millennials), o rodízio de comida japonesa é uma escolha certeira, já que as pessoas dessa faixa etária escolheram o sushi como a comida preferida para um encontro.

... E fique longe destas

Aqui, algumas coisas também dependem do gênero. Por exemplo, enquanto homens não ligam se a outra pessoa convidá-los para comer fast food, mulheres costumam considerar essa opção um tanto quanto brochante. Quando convidadas para comer esse tipo de comida, 31% acham que é uma opção muito “barata”, 28% julgam a outra pessoa como alguém que não é saudável e 10% desistem do “date”. Enquanto isso, 48% dos homens acham que é uma opção totalmente aceitável.

Leia também: Álcool antes do um "date" é comum para 46% dos homens e 36% das mulheres

Conforme mostra o levantamento, porém, a comida mais “desagradável” para um encontro não é o fast food, e sim as “buffalo wings” (asinhas de frango com molho) ou costelas, opção que concentra 23% dos votos - talvez devido ao fato de que as pessoas costumam comer isso com as mãos. Comida indiana vem em segundo lugar com 15% dos votos, e é seguida diretamente por “comidas cujo nome é difícil de pronunciar”. É, pelo jeito não é uma boa ideia levar o gato ou a gata naquele restaurante alemão ou francês, certo?