Tamanho do texto

Seu colega de apartamento não precisa saber o que você fez na noite passada

Todas as pessoas têm necessidades fisiológicas. Se você mora com outras pessoas, sejam elas da sua família ou colegas com quem você divide a casa, sabe que elas, assim como você, fazem o número dois, soltam gases e, bom, transam. Saber, porém, é diferente de escutar ou até presenciar essas situações. Além das regras básicas – como não fazer sexo nas áreas comuns, como sala, cozinha, banheiro e qualquer outro cômodo da casa que não é só seu –, há algumas posições sexuais que podem te ajudar a ter um sexo divertido e discreto. Confira cinco delas:

Leia também: Mais prazer! Quatro coisas para fazer antes do sexo e torná-lo ainda melhor

1. Cachorrinho de pé

Na primeira das posições sexuais , os parceiros ficam de pé e a mulher se curva em direção ao chão para ser penetrada por trás.

Para evitar a cama (que costuma fazer barulho), o casal pode apostar em posições sexuais em que os dois fiquem em pé
Renato Munhoz (Arte iG)
Para evitar a cama (que costuma fazer barulho), o casal pode apostar em posições sexuais em que os dois fiquem em pé

Para evitar desconforto, ela pode apoiar as mãos em alguma superfície, como uma mesa, uma cômoda ou até a beirada da cama. Dessa forma, o barulho da cama rangendo é eliminado e o casal ainda poupa espaço caso o quarto seja pequeno.

2. De ladinho

Nesta posição, os dois se deitam virados para a mesma direção, como se fossem dormir de conchinha.

Já que esta posição não permite uma penetração tão profunda, o ritmo do sexo não fica tão frenético
Renato Munhoz (Arte iG)
Já que esta posição não permite uma penetração tão profunda, o ritmo do sexo não fica tão frenético

Como o ângulo não permite uma penetração muito profunda, os movimentos não são tão rápidos, evitando que a cama se mexa demais e faça barulhos. Além disso, com um cobertor ou lençol por cima, é fácil de o casal fingir que ninguém ali está acordado caso uma pessoa resolva entrar no quarto de supetão (nunca seja essa pessoa).

Leia também: Confira sete coisas que os homens adoram no papai e mamãe

3 e  4. No pufe

Se você tem um pufe (daqueles quadrados e rígidos, não aqueles molengas que se espalham pelo chão), ele pode ser de grande ajuda. Nestas posições, o homem pode ficar sentado enquanto a mulher se encaixa sobre ele.

Usar outras superfícies, como um pufe, uma cadeira, um banco ou até uma mesa também é uma alternativa
Renato Munhoz (Arte iG)
Usar outras superfícies, como um pufe, uma cadeira, um banco ou até uma mesa também é uma alternativa

Para a mulher, há duas opções: ou ela apoia as mãos no chão e se movimenta para frente e para trás, ou ela deixa que o parceiro a segure pelas mãos e a puxe de forma ritmada. Estas opções, porém, podem ser complicadas para quem não costuma ousar muito na hora do sexo, então cuidado para a mulher não ir de cara no chão, se machucar e ainda por cima fazer barulho e forçar o colega de casa a se deparar com uma cena bizarra.

Leia também: Confira 20 dicas para ter um orgasmo e sentir mais prazer na relação

5. De quatro

Com a ajuda de um travesseiro, o casal pode levar esta clássica posição para o chão e evitar barulhos
Renato Munhoz (Arte iG)
Com a ajuda de um travesseiro, o casal pode levar esta clássica posição para o chão e evitar barulhos

Nesta, que é uma das posições sexuais mais conhecidas, a mulher fica de quatro e o homem se ajoelha atrás dela para penetrá-la. É comum que a mulher se segure na cabeceira da cama para mudar o ângulo, mas, para evitar que o móvel fique batendo contra a parede, o casal pode ir para o chão. Com um travesseiro para amortecer os joelhos dos dois e a mulher se apoiando na beirada da cama, tudo fica tão confortável como sob o colchão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas