Tamanho do texto

Em vez de desistir do sonho, o casal apelou para um financiamento coletivo que, se funcionar, pagará um spa, parte da lua de mel e muito mais. Quem contribuir com a cerimônia, também será convidado a comparecer

Quem já passou pela experiência de organizar uma cerimônia de casamento sabe: quando se fala em casório, os valores de tudo triplicam. Para ter a cerimônia e a festa dos sonhos, muitas vezes é preciso desembolsar quantias exorbitantes. Nesse caso, como proceder quando um dos noivos perde o emprego? Os canadenses Jason Mielke e Rebecca Winter Hansen resolveram a questão buscando patrocinadores para a celebração.

Leia também: O amor e suas diversas formas

Jason e Rebecca buscam ajuda financeira para realizar casamento dos sonhos
Reprodução/Mirror
Jason e Rebecca buscam ajuda financeira para realizar casamento dos sonhos


Os apaixonados se conheceram em uma biblioteca em 2015, e pretendem se casar no dia 25 de novembro. Jason trabalhava no ramo de gás e petróleo e, no começo do ano, foi demitido, mas o casal quis manter a data do casamento e, para isso, resolveram inovar e procurar ajuda para arrecadar dinheiro.

Crowdfunding

A forma que os noivos arrumaram para solucionar o problema foi o popular financiamento coletivo, sistema em que pessoas investem pequenas quantias por um determinado objetivo conhecido como "crowdfunding" ou até mesmo "vaquinha". Nos últimos anos, esse mecanismo passou a ser muito utilizado pelas pessoas que desejam alcançar um sonho (como viajar ou lançar um produto) mas estão com dificuldades por conta de questões financeiras.

Leia também: Homem pede a mão de mulher no aeroporto de forma inusistada

Segundo informações do portal britânico “Mirror”, para atrair os patrocinadores e conseguir doações, Jason e Rebecca criaram uma comunidade para pedir dinheiro e em troca ofereceriam um convite para o casório. O esperto casal colocou na descrição que essa é uma chance de “ser uma parte da nossa história de amor”.

Em que será gasto o dinheiro?

Os noivos buscam contribuições para arcar com os gastos de um spa para a Rebecca e a dama de honra relaxarem antes da cerimônia, um chalé de inverno para a lua de mel, um tapete vermelho para usar na igreja, cigarros, champanhe e um bolo de casamento sem glúten.

Porém, há um limite! Jason tem consciência de que ele e a parceira precisarão arcar com alguns custos, como o vestido de noiva, porque ele não quer um logotipo de uma marca na roupa de Rebecca. “Eu vi fotos em que a noiva tem um logo no vestido, provavelmente não vamos fazer isso. Não sei se vamos chegar tão longe”, diz o rapaz.

Tornar o sonho realidade

O casal vê esse momento como um novo capítulo da vida deles, e é por isso que estão tão empenhados em fazer tudo sair perfeito. Antes de ficarem juntos, os dois passaram por grandes dificuldades. Rebecca foi quase morta pelo ex-marido em um ataque violento e Jason conta: “Vim de um lugar de abuso e negligência física na infância”.

Leia também: "Ser casada pelo Batman foi divertido", diz noiva de casório nada convencional

Para motivar as doações para o casamento, Rebecca acrescenta que, quando uma empresa ou pessoa faz uma doação ao casal, é como se estivessem se associando a esse momento feliz e isso os deixa emocionados. “O poder de dar sempre move todos para a grandeza e para fazer o impossível se tornar possível”, finaliza a noiva.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.