Tamanho do texto

Parece, afinal, que discutir sobre a relação de Daenerys e Jon Snow pode fazer bem para o seu relacionamento. Confira detalhes do estudo

Você não sabe por que, mas sente que seu relacionamento anda dando uma esfriada? Pois a saída para resolver o problema pode não ser testar quase todas as posições sexuais do Kama Sutra ou banhar a pessoa amada em chocolates. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico “Journal of Social and Personal Relationships”, o famoso “Netflix and chill” (ver Netflix e relaxar, em tradução livre) pode fazer bem para a relação.

Leia também: Confira 5 formas de manter o desejo sexual em relacionamentos longos

Fazer maratona de séries em casal pode fazer bem ao relacionamento, afirma estudo recente
Shutterstock
Fazer maratona de séries em casal pode fazer bem ao relacionamento, afirma estudo recente

Detalhes do estudo

Intitulado “Let’s Stay Home and Watch TV” (vamos ficar em casa e assistir televisão, em tradução para o português), o estudo reuniu 200 casais que estão em relacionamentos de longa data e fez duas simples perguntas. A primeira questionava o quão satisfeitas as pessoas estavam com o próprio relacionamento , e a segunda era para saber com qual frequência os parceiros consumiam mídia (seja ela em forma de livros, músicas, filmes ou séries) juntos.

Leia também: Casais felizes compartilham 9 hábitos que têm antes de dormir

De acordo com os resultados, quanto mais as pessoas consomem mídia juntas, mais próximas elas ficam do parceiro ou parceira e mais satisfeitos ficam com a relação em casal. Apesar de não apontarem diretamente para séries, e, sim, para qualquer forma de entretenimento, como peças de teatro, músicas, livros, entre outros, gastar tempo livre em casal fazendo maratonas de streaming é uma das opções mais práticas.

Mas, afinal, como se esparramar no sofá ao lado do seu amor e ficar com os olhos grudados na televisão ou no notebook por horas pode fazer bem ao relacionamento? De acordo com o estudo, a resposta pode estar no que vem depois do filme, da série ou qualquer outra forma de entretenimento escolhida. Aparentemente, discutir quem vai ou não morrer na próxima temporada de “The Walking Dead” ou sobre qualquer uma das 1001 cenas polêmicas de “Game of Thrones” ajuda a aproximar as pessoas.

Leia também: Mulheres perdem mais interesse em sexo pós-casamento do que homens

É claro que passar 24 horas por dia sem sair de casa para ficar assistindo a filmes e séries não é a melhor das ideias, mas, se houver a impressão de que você e aquela pessoa especial estão se distanciado, talvez trocar aquele restaurante de sempre por uma pipoquinha no sofá seja uma boa opção.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.