Tamanho do texto

Ficar por cima permite que a mulher controle a profundidade da penetração e a velocidade do sexo. Saiba que dá para tudo isso ficar ainda melhor

A posição sexual na qual a mulher ficar por cima do parceiro, conhecida como Dominadora , é uma das queridinhas na cama. Ela aparece, por exemplo, em lista de posições que facilitam o orgasmo feminino , que estimulam o ponto G e também é bem vista pelos homens, que podem apreciar o corpo feminino durante a relação. 

A posição sexual na qual a mulher fica por cima por ser muito prazerosa para os dois
shutterstock
A posição sexual na qual a mulher fica por cima por ser muito prazerosa para os dois


Entretanto, em uma reportagem da revista norte-americana "Cosmopolitan", a sexóloga e escritora Layla Martins, autora do livro "Wild Women in the Bedroom" (Mulheres Selvagens no quarto, em uma tradução livre para o português), diz que nem todas as mulheres se dão bem com essa posição sexual logo de cara. 

Para ajudar e até acabar com alguns mitos, ela faz uma lista com 5 passos para que a ideia de ficar por cima durante o sexo fique ainda melhor. Veja os detalhes: 

1. Por que essa posição faz tanto sucesso?

Laura dá mais detalhes sobre os motivos pelos quais muitas mulheres são a favor de ficar por cima na relação sexual. "Você tem mais controle de velocidade, ângulo e intensidade e, por isso, fica mais fácil manter o ritmo que realmente seja prazeroso para você. A vulva e o clitóris também ficam facilmente acessíveis e a maioria das mulheres acha que a relação fica muito melhor quando, além da penetração, tem essa região do corpo estimulada". 

Além disso, estar no comando é interessante, pois remete a sensação de poder, como o próprio nome da posição já fala. É a mulher quem controla o sexo, exatamento do jeito que ela quer. 

Leia também: Trocar de posição ajuda a prolongar a relação sexual; confira 3 dicas

2. Mas o que fazer se tiver problemas com essa posição? Como achar o melhor ângulo?

Sim, sabemos que toda regra tem excessão e não há problema algum se você não se sentir confortável nesta posição. O que funciona perfeitamente para sua melhor amiga pode simplesmente não surtir efeito nenhum em você se tentar repetir os movimentos com seu parceiro. 

De acordo com Laura, algumas mulheres têm dificuldade em encontrar o ângulo ideal para a penetração quando estão por cima. Ficar realmente sentada sobre o parceiro ou inclinar o corpo para a frente já irá mudar o ângulo que o pênis fica na vagina. Por isso, para achar a melhor posição, a especialista sugere mexer o tronco lentamente para frente, como se fosse deitar sobre o parceiro, ou para trás. Você também pode inclinar levemente para a direita ou para a esquerda. Com essa brincadeira, em algum momento vai encontrar a postura ideal e mais prazerosa. 

O mesmo vale para a profundidade da penetração. Em uma primeira tentativa, o pênis pode ir fundo demais e a mulher pode até sentir um pouco de cólica. O caminho também é testar. "Se achar que a penetração está muito profunda, pode deitar o corpo para frente e se apoiar em seus braços ou antebraços, quase como a tradicional 'papai e mamãe'". 

E se ainda assim tiver dificuldade, não pense há alguma coisa errada com você. Use as tentativas de encontrar a posição ideal como um momento para se conhecer e conhecer seu corpo. 

3. E se eu me cansar no meio do caminho?

Laura reconhece que ficar no comando tem suas vantagens, mas também exige mais esforço da mulher. No meio da transa ela pode se cansar ou mesmo sentir alguma dor - aquela cãibra indesejada bem nesse momento, sabe? Pode acontecer. A autora lembra que a mulher sempre pode diminuir o ritmo, mas uma boa tática é pensar na respiração. A ideia, de acordo com Laura, é inspirar profundamente. Faça respirações longas e profundas para não se cansar tanto. 

4. Lembre-se de relaxar

A sexóloga ainda ressalta que o segredo para aproveitar ao máximo a relação é relaxar. "Sexo é muito emocional, e para as mulheres experimentarem orgasmos profundos, algumas partes do cérebro precisam ser trabalhadas, como as que estão relacionadas a julgamento e controle", comenta Laura. Ficar por cima também pode ajudar nesse ponto, já que algumas mulheres podem se sentir coagidas em outras posições que deixam o homem no controle. 

O ideal é pensar apenas no momento e fazer o que está com vontade, sem se importar com julgamentos de qualquer tipo. 

5. Varie a posição

O clássico dessa posição sexual é ficar por cima, com uma perna de cada lado do parceiro, de frente para ele, com o tronco mais reto, como se estivesse sentada. Mas como já vimos, isso não é uma regra. A melhor posição é que te deixa mais confortável e que proporciona mais prazer.

Versão clássica da posição Dominadora
Renato Munhoz (Arte iG)
Versão clássica da posição Dominadora


Para chegar ao ápice, é possível investir em variações desse "ficar por cima". "Tem uma posição mais avançada, na qual a mulher fica de frente para o homem e se deita, inclinando o corpo para o lado. Ela usa o apoio dos braços para levantar um pouco a pélvis e, com isso, fazer movimentos ondulatórios. Isso é muito erótico", fala Laura.

Leia também: Ficar por cima é uma ótima ideia para casais com diferença de altura; veja mais posições

Para se inspirar

 E já que a ideia é experimentar, veja algumas variações que você pode testar com seu parceiro: 

Cavalgada de costas

Posição cavalgada de costas
Renato Munhoz (Arte iG)
Posição cavalgada de costas


Uma ideia simples é inverter a posição do corpo. Ao invés de ficar de frente para o parceiro, sente-se de costas para ele. Aqui também é possível inclinar o corpo para frente ou para trás para encontrar o melhor ângulo para a penetração. Se quiser incrementar, também pode usar as mãos ou pedir para o parceiro estimular seu clitóris durante a relação. 

Encaixadinha sentada

Posição da encaixadinha sentada
Renato Munhoz (Arte iG)
Posição da encaixadinha sentada

Mudar a posição das pernas também pode trazer sensações diferentes. Nesse caso, a ideia é manter as pernas esticadas, assim como o parceiro. Você pode rebolar no colo dele para ter mais contato e também experimentar novas sensações. 

Agachamento erótico

Posição do agachamento erótico
Renato Munhoz (Arte iG)
Posição do agachamento erótico

Nesta variação é o movimento de agachamento da mulher que comanda a velocidade e a profundidade da penetração. É preciso ter força nas pernas para encarar essa posição e, para ficar mais fácil, use as mãos do parceiro como apoio. Aproveite para trocar olhares com ele. 

Gangorra de apoio

Posição da gangorra de apoio
Renato Munhoz (Arte iG)
Posição da gangorra de apoio

Para ousar um pouco mais, aposte nesta posição sexual. A mulher segue por cima e o homem eleva as pernas. A diversão está em apoiar nas mãos do parceiro e, com isso, fazer um movimento como se estivesse em uma gangorra, já que estará com as pernas para o ar. Cuidado porque, como seu peso estará no quadril dele, a penetração pode ser profunda. Mas se gostar desse tipo de relação, é só aproveitar.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.