Tamanho do texto

De acordo com uma pesquisa realizada no Reino Unido, o período de férias faz com que as pessoas fiquem mais relaxadas e tenham mais tempo de sobra

Está na seca há muito tempo? De acordo com uma pesquisa recente, é possível que este seja seu mês de sorte. O estudo foi realizado pela Lovehoney – empresa britânica que revende brinquedos sexuais – e, entre as 2 mil pessoas consultadas, julho foi apontado como o mês mais popular para se fazer sexo.

Leia também: Saiba qual é a época do ano em que as pessoas mais procuram sexo casual

De acordo com a pesquisa, julho é o mês em que fazer sexo é mais frequente, seguido por agosto e junho
Shutterstock
De acordo com a pesquisa, julho é o mês em que fazer sexo é mais frequente, seguido por agosto e junho

De acordo com os dados levantados pelo estudo, um quarto dos casais entrevistados costuma fazer sexo com mais frequência no mês de julho. Em segundo lugar veio o mês de agosto e, em terceiro, junho.

Por que isso acontece?

Como a pesquisa foi realizada no Reino Unido – onde agora é verão –, os participantes justificaram a preferência afirmando que o sol é afrodisíaco e clima mais ameno agrada mais, mas há ainda outro fato que influencia a escolha: férias.

Segundo a pesquisa, para dois terços dos casais (62%), a quantidade de vezes que eles fazem sexo aumenta quando estão em uma viagem de férias. Já para 64% dos casais, viagem de férias é sempre sinônimo de sexo. 

Leia também: Sexo esfriou com o tempo? Veja como retoar o desejo do começo do namoro

Em geral, os participantes do estudo afirmam que a experiência de transar em lugares diferentes acaba sendo melhor do que o “sexo do dia a dia”, que, muitas vezes, acaba contaminado pela rotina e pelo excesso de trabalho. A maioria deles afirma que isso acontece porque se sentem mais relaxados, e a segunda justificativa mais apontada é a de que, durante as férias , há mais tempo para transar.

De fato, fazer sexo em lugares diferentes pode ser uma ótima forma de esquentar a relação; de acordo com especialistas , ir para um hotel, por exemplo, pode render uma noite inesquecível. “Ir a um hotel meio que te permite colocar todas as preocupações, medos e estresses em uma caixa e metaforicamente deixá-la para trás, em casa. Quando você escapa do estresse, fica mais relaxado e mais propício a se empenhar”, diz a psicoterapeuta e especialista e relacionamentos Fran Walfish ao veículo britânico “Daily Star”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.