Quando o desejo sexual acaba, significa que o amor também acabou?Especialista dá dicas para resgatar o fogo do início do relacionamento

Muitos casais se queixam de que a relação, que começou quente, esfriou demais ao longo dos anos. Há fases no relacionamento em que o desejo sexual parece desaparecer e a convivência com o parceiro passa a não ser mais a mesma. Neste caso, é comum que as pessoas fiquem em dúvida se ainda existe amor entre o casal ou se a relação tornou-se mais fraternal.

Saiba como voltar a ter desejo sexual pelo parceiro e salvar a relação
Shutterstock
Saiba como voltar a ter desejo sexual pelo parceiro e salvar a relação


Leia mais: 10 hábitos que você deve evitar para salvar um relacionamento desgastado

O amor é o combustível de uma relação, uma forma de afeto essencial para manter o relacionamento vivo, já o desejo sexual independe de amor para existir. Isso é o que explica o psicólogo especialista em sexualidade e terapia de casais, Oswaldo Rodrigues Júnior.

“Muitas pessoas formam casais por afinidades de relacionamento do cotidiano, por desenvolverem afeto e amor, e isso não conduz automaticamente a comportamentos sexuais satisfatórios”, afirma ele.

Prazer no sexo

Para o especialista, se um dos dois não souber conduzir o corpo na atividade sexual, os dois ficarão insatisfeitos sexualmente, mesmo que se amem. Ele explica que os casais aprendem a associar o amor ao sexo, mas, por incrível que pareça, eles geralmente não caminham juntos.

Leia mais: Jogos eróticos: veja algumas brincadeiras para apimentar a relação

“Isso acontece porque, fisiologicamente, os sentimentos relacionados ao sexo e ao amor são produzidos por mecanismos diferentes. O amor implica em afetos, enquanto o sexo depende da expressão de emoções básicas e mais fortes”, esclarece o psicólogo.

No início da relação, a sexualidade costuma aflorar melhor, pois o prazer é associado com o desconhecido, mas isso vai se desvalorizando ao longo do tempo. Rodrigues fala que o sexo também é visto por muitos como o ato de conquistar, seduzir e envolver a outra pessoa e que, no casamento, isso pode deixar de existir.

via GIPHY


Soluções para esquentar

Calma, nem tudo está perdido! É possível superar o problema e reverter essa situação. Uma das formas é o casal reconhecer que algo errado está acontecendo e buscar uma solução. Se existe uma barreira contra esse tipo de diálogo, o ideal é que os parceiros procurem a  terapia de casais .

Alguns homens são mais resistentes em aceitar a ajuda de um profissional, pois não acreditam em psicoterapia e não concordam que há algo errado na vida sexual do casal. “Nestas situações, o profissional pode auxiliar a mulher a desenvolver atitudes, comportamentos, expressões emocionais, habilidades sociais, enfim, formas para melhorar a interação dos dois”, diz o especialista.

 Às vezes, o desejo sexual também some por um motivo bem simples e conhecido: a rotina . Depois de um tempo junto, o casal fica acomodado, deixa de cuidar da aparência física e o sexo acontece sempre do mesmo jeito. Apostar em novas posições sexuais  e surpreender o parceiro com fantasias e acessórios parece uma dica clichê, mas pode ser exatamente o que falta para fazer o relacionamento voltar a ferver.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.