Tamanho do texto

Brandon Vezmar afirma que a pretendente pegou o aparelho eletrônico de 10 a 20 vezes e passou boa parte do tempo lendo e escrevendo mensagens

Você é uma mulher que não desgruda do celular e não aguenta ficar nem um minuto desconectada? Então é melhor ficar esperta! O americano Brandon Vezmar, de 37 anos, tomou uma atitude inusitada ao se incomodar por levar uma pretendente ao cinema e ela não prestar atenção ao filme para ficar mexendo no celular.

Leia também: Mulheres veem mais pornografia no celular do que homens, aponta pesquisa

Mulher é processada por pretendente por mexer toda hora no celular no cinema
shutterstock
Mulher é processada por pretendente por mexer toda hora no celular no cinema


Segundo o homem, a mulher – cujo nome não foi divulgado – verificou o aparelho de 10 a 20 vezes para ler e enviar mensagens de textos enquanto o filme era exibido no cinema . Inconformado com a atitude que a pretendente teve durante o encontro, Brandon decidiu processá-la (isso mesmo, ele entrou com um processo conta ela).

Detalhes do processo

De acordo com a revista americana "Cosmopolitan", os documentos que ele levou ao tribunal mostram que ele está pedindo US$ 17,31 (aproximadamente R$ 55) para reembolsar o ingresso do cinema. Ele chegou a falar para mulher que as mensagens de texto dela estavam incomodando e ela apenas o perguntou se era proibida de escrever para uma amiga.

Brandon também alega que a pretendente poderia ter usado o telefone móvel fora da sala de cinema, pois já viu pessoas sendo chutadas para fora da sessão por causa disso. Porém, a mulher não deu mínima e simplesmente saiu do filme sem dar maiores explicações para o acompanhante.

Leia também: Uso de celular durante gravidez aumenta risco de hiperatividade, aponta estudo

A decisão de entrar com um processo não foi apenas para ter o dinheiro de volta. “Princípio é importante, porque o comportamento da ré é uma ameaça à sociedade civilizada", escreveu no processo.

Pega de surpresa

Quando o portal americano “Statesman” entrou em contato com a mulher, por telefone, ela não tinha conhecimento da petição e demonstrou surpresa: “Meu Deus! Isso é loucura”. Ela explica que não trocou tantas mensagens como Brandon alega e que só ficou ligada no celular porque uma amiga estava brigando com o namorado e ela estava tentando ajudar. “Não sou uma mulher má, só fui embora de um encontro”, afirma.

Em contra partida, a pretendente confessa que pensou em abrir uma ação judicial contra Brandon em resposta. Supostamente, depois desse caso, ele teria entrado em contato novamente com a mulher e com a irmã dela para oferecer ingressos para outra atração.

Leia também: Dispositivo para celular permite beijo na boca à distância

É um tanto inusitado alguém processar outra pessoa por ela mexer no celular em um cinema, Brandon tem plena consciência disso e afirma que entende perfeitamente a estranheza dessa situação. Vai entender, né?!

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.