Tamanho do texto

Segundo a investigadora, um dos métodos mais comuns é o "honeypotting", que consiste se colocar na situação e ver se a pessoa "pega a isca"; leia mais

Quando desconfiam de uma traição, algumas pessoas tomam atitudes (um pouco extremas) como vasculhar o celular da pessoa em busca de conversas suspeitas sem autorização dela, segui-la às escondidas ou até contratar alguém que o faça.

Como descobrir uma traição? Investigadora conta quais são os sinais que fazem pessoas procurarem seus serviços
Shutterstock
Como descobrir uma traição? Investigadora conta quais são os sinais que fazem pessoas procurarem seus serviços

Leia também: É possível ter um relacionamento à prova de infidelidade? Saiba mais

Costumamos achar que investigadores particulares apenas seguem o suspeito para saber aonde vão e com quem estão, mas, segundo uma investigadora australiana, essa não é a única forma de descobrir uma traição .

Conhecida por “Honey Potter" (nome que vem da técnica chamada de “honeypotting”, algo que remete a ideia de atrair algo ou alguém com mel), a investigadora, que atua em Brisbane, afirma que não se insinua para as pessoas suspeitas, mas fica de olho para ver se eles “pegam a isca” que ela casualmente coloca na frente deles.

“Honeypotting não é sobre fazer algo de propósito para pegar essas pessoas. Não é meu trabalho dar em cima delas, é meu trabalho ir lá e ver se elas vão dar em cima de mim”, comenta ela a uma rádio australiana.

Leia também: Pessoas atraentes têm maior interesse em diferentes parceiros

Ela afirma que após um escândalo envolvendo a invasão do Ashley Madison – site que pretendia oferecer um ambiente seguro para quem quisesse ter uma relação extraconjugal – e a divulgação de dados como nomes, endereços e telefones de usuários, o número de homens e mulheres desconfiados de estarem sendo traídos aumentou.

Segundo ela, infelizmente, muitos estão certos. A investigadora cita um caso recente em que o parceiro de sua cliente assumia uma postura bastante inadequada quando estava na academia. “A natureza ‘namoradeira’ dele, não só comigo, mas com o ambiente, certamente não sugere que ele esteja em um relacionamento sério com outra pessoa”, conta.

Nem tudo, porém, são notícias ruins. “Honey Potter” afirma que já teve alguns casos com finais felizes. “Há vários casos em que eu posso voltar para aquela mulher e dar garantia, dizer: ‘Olha, você tem alguém muito legal ao seu lado, ele falou sobre a mulher e os filhos durante a conversa’”, conta ela.

Sinais e dicas

Experiente no assunto, a investigadora conta o que leva as pessoas a procurarem serviços como esse. Segundo ela, há três sinais que costumam despertar  a maior parte das suspeitas:

- Mistério com o celular: ela diz que o primeiro indicativo é o parceiro ou a parceira estar se afastando e fazendo muito segredo a respeito do conteúdo do próprio celular. Viver deletando coisas também é algo suspeito.

- Mentirinhas: segundo ela, o segundo sinal é quando a pessoa é pega mentindo sobre onde esteve ou sobre onde estava indo.

- O clima: ela conta que passar muitas horas a mais no trabalho e não voltar para casa no horário prometido também podem indicar uma traição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.