Tamanho do texto

Erros comuns na hora de armazenar ou colocar o preservativo podem diminuir a eficácia do produto; veja dicas de como usá-lo da forma correta

Com o carnaval chegou, a pegação começa a rolar solta e a exposição às doenças sexualmente transmissíveis como o HPV – principal causa do câncer de colo de útero – e o HIV só cresce. De acordo com o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, a principal forma de transmissão do vírus causador da Aids entre homens e mulheres maiores de 13 anos ainda é via relações sexuais.

Não deixe que a folia do carnaval vire dor de cabeça e saiba o que pode diminuir a eficácia da camisinha
Shutterstock
Não deixe que a folia do carnaval vire dor de cabeça e saiba o que pode diminuir a eficácia da camisinha

Além de impedirem uma gravidez indesejada, a camisinha  é apontada com uma das formas mais eficazes na prevenção das DSTs. No entando, muitas pessoas cometem erros na hora de usar e acabam comprometendo a eficácia do preservativo e, segundo a ginecologista Érica Mantelli, a empolgação pode favorecer esses erros. Veja como evitá-los e não deixe que a folia do carnaval vire um pesadelo.

Não abra com a boca

Nada de tentar imitar os filmes e abrir a embalagem do preservativo com uma dentada. Pode parecer sexy, mas não é nada recomendável, já que pode fazer com que a camisinha fure ou rasgue sem que o casal perceba.

Cuidado com onde guarda

Guardar a camisinha em lugares abafados por muito tempo pode prejudicar a eficácia
Shutterstock
Guardar a camisinha em lugares abafados por muito tempo pode prejudicar a eficácia

É sempre bom ter camisinhas por perto, mas os locais em que normalmente escolhemos guardá-las podem prejudicar a eficácia.

Segundo Érica, manter o preservativo por muito tempo na bolsa, na carteira ou exposto ao sol pode alterar as características do produto, podendo causar deterioração e, consequentemente, deixando o casal desprotegido.

Leia mais: App que rastreia ciclo menstrual é tão eficaz quanto a camisinha, diz estudo

Fique de olho na validade

A camisinha é feita de um tipo de látex, mas isso não significa que ela não tem prazo de validade. Usar preservativos que passaram da validade pode diminuir a proteção contra doenças , portanto é importante verificar a data na embalagem antes de comprar preservativos ou adquiri-los em postos de distribuição.

Quando colocar?

A ginecologista explica que o preservativo deve ser colocado instantes antes da penetração. Ficar muito tempo com ele diminui a lubrificação, que pode criar mais atrito durante a transa e aumentar o risco de rompimentos.

Leia mais: É verdade que a pílula só protege a partir da segunda cartela?

Sem virar do avesso

Na pressa, é possível que a camisinha seja colocada de forma errada. É importante verificar se o lado está correto e se o bico – que serve de depósito para o esperma – não está esticado nem com ar. Preservativos usados de forma incorreta podem causar acidentes e acabar com a diversão do casal no carnaval.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.