Tamanho do texto

Em Londres, a quantidade de "ocorrências constrangedoras" relacionadas à pratica parecidas com as do filme cresce e corpo de bombeiros faz alerta

Parece que a saga de " Cinquenta Tons de Cinza " tem feito com que pessoas experimentem aventuras sexuais com resultados desastrosos e, muitas vezes, dolorosos. Preocupados com o que pode acontecer após o lançamento do segundo filme da trilogia, " Cinquenta Tons mais Escuros ", o corpo de bombeiros de Londres alerta para o crescente número de “acidentes constrangedores” desde que o primeiro livro foi lançado, em 2011.

Bombeiros londrinos relacionam febre de 'Cinquenta Tons de Cinza' com o aumento de 'ocorrências constrangedoras'
Divulgação
Bombeiros londrinos relacionam febre de 'Cinquenta Tons de Cinza' com o aumento de 'ocorrências constrangedoras'

Entre 2010 e 2011, as equipes atenderam 416 acidentes envolvendo pessoas presas em objetos. Já no mesmo intervalo em 2012 e 2013, após o lançamento, o número subiu para 453. Nos últimos cinco anos desde que o primeiro livro de " Cinquenta Tons de Cinza " foi lançado, a entidade londrina alega já ter usado cortadores de metal para tirar anéis presos nas "partes" de 23 homens e ajudado 102 pessoas que ficaram presas em algemas ou acorrentadas em camas.

Leia mais: Veja o que tem num quarto erótico como o de Christian Grey de "50 Tons"

Acidentes constrangedores

Há ainda casos mais bizarros. Os bombeiros contam que, em 2014, eles tiveram de resgatar uma “vítima” usando um cortador hidráulico após a equipe de acidentes e emergências não conseguir retirar dois anéis de metal que estavam presos em seu pênis por três dias. Outros chamados passados incluem homens presos em torradeiras, aspiradores de pó e garrafas.

No intervalo entre abril de 2014 e abril de 2015, 15 acidentes relacionados à pratica do "bondage" (sexo envolvendo imobilização, uso de algemas, etc) foram registrados na cidade. No mesmo período entre 2015 e 2016, o número subiu para 27, coincidindo com o lançamento do DVD do filme.

Leia mais: Christian Grey brasileiro realiza fantasias e conta o que as mulheres buscam

Campanha de conscientização

Em 2015, após  o lançamento do primeiro filme da trilogia, o corpo de bombeiros londrino fez sucesso entre os internautas com a campanha "Cinquenta Tons de Vermelho". Nela, a equipe usou as redes sociais para comentar a incidência de casos bizarros e possivelmente inspirados na saga.



"Já olhou para uma garrafa vazia e pensou: 'Será que meu pênis cabe nela?'. Um homem o fez. Ele estava enganado. #CinquentaTonsDeVermelho"

Apesar da campanha, a brigada continuou a receber um número crescente de chamados envolvendo situações constrangedoras ligadas a sexo e, com isso, volta a fazer alertas. De acordo com o diretor de operações Dave Brown, o conselho para amantes de práticas exóticas e inspiradas em "Cinquenta Tons de Cinza" é simples: "Se o anel não cabe, não force. Além de ser doloroso, você pode acabar desperdiçando o tempo do serviço de emergência”. Mulheres, cuidados com a prática e também não coloquem seus parceiros em risco. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.