Tamanho do texto

Veja dicas de especialista para os dois cenários: quando você quer mais sexo do que ele e quando ele vive excitado a todo momento

Estar conectada com o parceiro pode ajudar em muitas coisas: tarefas são compartilhadas igualmente, é fácil escolher o filme para ver na TV ou o que vai ser feito para jantar e até mesmo quando farão mais sexo ou não durante o mês. Mas nem sempre o dia-a-dia é tão simples assim. 

Leia mais: O trabalho está arruinando sua relação sexual? Saiba como agir 

Quem quer mais sexo na relação, você ou ele?
Reprodução
Quem quer mais sexo na relação, você ou ele?

Tem momentos que vocês querem tomar caminhos diferentes, seja nas escolhas simples, como um lugar para jantar, ou mesmo na cama. Você pode querer mais sexo do que ele. Ou se ver na situação inversa e não saber como agir para não magoar o parceiro.

Uma ajuda extra pode vir (muito bem) a calhar nessas horas. A revista "Women's Health" conversou com alguns especialistas para explicar por que isso acontece e como sincronizar melhor a vida sexual do casal. 

Leia mais: Horóscopo sexual: veja as posições que podem dar mais prazer para cada signo

Você quer sexo com mais frequência

Grande parte dos homens subestima os impulsos e vontades sexuais das parceiras, segundo um estudo recente publicado no "Journal of Personality and Social Psychology". Ele também mostra que os homens pensavam que elas não estavam prontas para fazer sexo e, por isso, não tomaram uma iniciativa.

As mulheres querem sexo, sim! Mas nem sempre têm uma boa expressão sexual para mostrar suas vontades. Para complicar, os homens demoram a entender as pistas dadas por elas.

O que fazer? Bom, primeiramente deve dizer a cara metade o que deseja, diretamente. Não se sente a vontade para falar sobre o assunto com ele? Você pode introduzir um cenário que convide o assunto, como uma conversa enquanto assistem a um filme romântico.  "A linguagem que usamos para falar sobre sexo pode ser sexy em si", diz Ian Kerner, Ph.D. em psicoterapia e conselheiro sexual.

Se mesmo depois disso nada estiver acontecendo, é melhor fazer da conversa algo mais emocional, segundo Megan Fleming, especialista em sexo e relacionamentos. "Explique o que isso significa para você, por exemplo, você se sente mais próxima dele, para que ele saiba que é importante essa ligação entre os dois."

Ele cobra por mais sexo na relação

Isso pode acontecer com muitos homens por causa de uma libido maior, que está conectada a testosterona, e uma cultura social enraizada, pois são ensinados a buscar mais sexo, diz Fleming. Outro ponto: é fisiologicamente mais fácil para eles para ficarem excitados espontaneamente, bastam simples atos, como ver você saindo do chuveiro.

Esse tipo de situação também incomoda muitas mulheres, porque você não quer satisfazê-lo todas as vezes que ele tem vontade e também não quer menosprezar os pedidos. Afirmações como "nossa, você está sempre com tesão" podem construir, ao longo do tempo uma "frustração sexual no parceiro, deixando o magoado. Já o outro lado, aquele que sente menos desejo, fica pressionado", diz Kerner.

Leia mais: Chega de se iludir! 5 passos para mandar bem na conquista com a "Lei da Atração"

Para resolver isso, que tal agendar o sexo? Não como uma obrigação, mas como um encontro com seu par, um compromisso a dois.Você pode marcar quantas vezes quiser e ele vai saber que você valoriza a relação sexual. Ele pode ver uma mensagem sua, marcando um encontro para quinta-feira à noite e achar a atitude muito sexy, por exemplo. 

O recado que fica é: não importa qual lado quer mais sexo, uma boa conversa é um ótimo caminho para equilibrar a situação. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.