Tamanho do texto

Quem namora à distância sofre com a falta de beijos nas conversas on-line. Dispositivo chamado "Kissenger" promete acabar com esse problema

 Quem namora à distância, atualmente, consegue se virar por meio da tecnologia. A outra pessoa está acessível por texto ou vídeo com apenas alguns toques no celular. Mas nada disso substitui a proximidade, o abraço e o beijo na boca.

Amor sem fronteiras: relacionamento à distância funciona?

O dispostivo permite que os amantes vivam as sensações de um beijo na boca, mesmo à distância
Reprodução/The Mirror
O dispostivo permite que os amantes vivam as sensações de um beijo na boca, mesmo à distância

Para suprir uma destas necessidades, o pesquisador de Cingapura Hooman Samani teve a ideia de criar um dispositivo que simula um beijo na boca  à distância.

O novo aparelho foi nomeado "Kissenger", uma união das palavras "kiss", beijo em inglês, e "messenger", algo como mensageiro em inglês. Ele é feito de um plástico colorido e deve ser conectado à parte de baixo do celular. O que diferencia o dispositivo é uma almofadinha na qual você vai dar o beijo quando estiver conversando com seu amor.

Ela vai transmitir as sensações do beijo para um aparelho igual, conectado no celular da pessoa com quem você está conversando, não importa onde estejam, vocês só precisam do "Kissenger" e de acesso a internet. 

Como é o beijo de cada signo

A novidade funciona com sensores de pressão e agentes que reproduzem pressão. Eles gravam e transmitem seu beijo para  o dispositivo receptor, que recria as sensações para a pessoa do outro lado. Com o auxílio da câmera, você ainda pode ver o amado enquanto "se beijam" à distância.

Um primeiro protótipo, feito em 2012 ,  do "Kissenger" era diferente, era uma espécie de boneco, com lábios. Em 2016, depois de um financiamento coletivo, o modelo ficou mais simples e bonito.

"Beijar é uma das formas mais diretas e universais de expressar intimidade e afeto. É uma forma de nos ligarmos e mantermos a intimidade em nossas relações", explicou Emma Yann Zhang, que trabalhou na criação do protótipo do "Kissenger", em um congresso na Universidade de Londres, na Inglaterra.

"O beijo também ajuda a reduzir o estresse. Quando nos envolvemos nesse tipo de contato físico íntimo, nós temos uma leve queda na pressão arterial", diz Emma ainda sobre os benefícios do beijo na boca na vida de um casal - se relacionando à distância ou não.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.