Kiana Alvarez, de 23 anos, é fanática por exercícios físicos e devido ao excesso de treinos ela desenvolveu uma síndrome rara, que a faz ter dificuldade para respirar e dores intensas após se exercitar. Ela descobriu que estava com rabdomiólise, pois tinha lido sobre o assunto quando Dana Linn Bailey, uma fisiculturista na qual se inspira, compartilhar sua experiência com a doença no ano passado.

Kiana Alvarez
Reprodução/Instagram
Kiana Alvarez desenvolveu uma síndrome rara


Rabdomiólise é uma síndrome rara e que pode ser fatal por causar a ruptura do tecido muscular e, com isso, é liberada uma proteína no sangue que afeta os rins. Segundo o Daily Star, Kiana procurou um médico e pediu para fazer uns exames, foi então que foi descoberto que seus níveis de creatina quinase – que é liberada quando as células são danificadas – estavam extremamente altos.

A síndrome é perigosa porque causa insuficiência renal e danos cardíacos e é frequentemente diagnosticada em militares e atletas que insistem em continuar treinando mesmo quando chegam ao ápice da fadiga.


Kiana disse que outro problema é que não bebia água suficiente antes de receber seu diagnóstico e que sempre treinava em jejum pela manhã. “Estava muito desidratada”, contou a jovem que sente que a síndrome está “matando seus músculos aos poucos”. A jovem sabe dos riscos e, agora, vai voltar a treinar sem exagero: “Vou pegar mais leve”.

    Veja Também

      Mostrar mais