Com a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), manter a imunidade alta é uma das opções para se prevenir de várias doenças. Os especialistas recomendam tomar sol , se exercitar e se alimentar bem. Porém, existem alguns alimentos que não devem ser consumidos em grande escala.

salsicha arrow-options
Thinkstock/Getty Images
Alimentos embutidos, como salsicha, não são aliados da imunidade

Segundo Flávia Morais, diretora de Pesquisa & Desenvolvimento de Produtos do Mundo Verde, as ‘confort foods’ com o fast-food, embutidos e congelados devem sair do seu cardápio da quarentena se deseja ter uma boa imunidade .

“Eles são ricos em gorduras saturadas, conservantes, estabilizantes, sódio e outros que prejudicam o sistema imune, pois são vistos como “invasores” e ainda extremamente pobres em vitaminas e minerais, importantes para as células de defesa”, explica.

Veja abaixo uma lista dos demais “inimigos da imunidade”:

  • Margarinas;
  • Biscoitos recheados;
  • Bolos;
  • Massas prontas;
  • Álcool

O açúcar é um item que não precisa ser retirado do cardápio , mas merece atenção. De acordo com Flávia, ele promover respostas inflamatórias e afeta diretamente os glóbulos brancos, células responsáveis pela defesa do organismo.

“Todo processo inflamatório exige muito trabalho do nosso sistema imune, justamente por ter que tentar eliminar essas moléculas. Desfortalecendo o sistema de defesa do organismo e deixando-o mais vulnerável para infecção de vírus e bactérias”, lembra a nutricionista Thais Conte.

Mas existe uma quantidade segura para ingerir?

hambúrguer arrow-options
shutterstock
Comer hambúrguer não é recomendado, mas não precisa ser totalmente abolido durante a pandemia

É claro que durante o isolamento social o nível de estresse fica elevado e o desejo de comer alimentos gordurosos e com alto teor de satisfação aumenta consideravelmente. Tudo na vida pode ser consumido se houver uma quantidade correta e é isso indica Thais.

“Sempre falo para os meus pacientes que é saudável para nossa mente comer coisas que gostamos muito. O segredo é priorizar o que realmente te faz falta e equilibrar dentro de uma rotina alimentar saudável. Exemplo: comer saudável em 80% do tempo e nos outros 20% consumir alimentos e/ou ingerir o álcool que gosta. Se você faz 3 refeições ao dia, em uma semana você fez 21 refeições, 20% dessas refeições dariam quatro refeições, mas claro em quantidades equilibradas (ao invés de comer 4 pedaços da pizza, coma 2 naquela refeição)”, explica a nutricionista.

Leia também: Por que beber água é importante para manter a imunidade em dia?

Para quem quiser fazer substituições mais saudáveis e manter a imunidade é possível, por exemplo, comer cookies e biscoitos preparados com farinhas integrais, sucos integrais, doces preparados somente com frutas ou com adoçantes saudáveis no lugar do açúcar branco, investir em produtos orgânicos, preparar legumes no forno, dar prioridade para o chocolate 55% cacau, e etc.

    Veja Também

      Mostrar mais