Se você já está focada em um ano novo com mais saúde e menos peso, não pode deixar de conferir o Best Diets do US News, o ranking anual que qualifica as melhores dietas do ano de acordo com cada necessidade: perder de peso , repor de nutrientes e até controlar a diabetes.

Leia mais: Como perder peso com saúde? Mulher supera vício em comida e perde 65kg 

perder peso
shutterstock
Confira as dietas mais eficazes para perder peso

Na lista das melhores de 2019, três dietas se destacaram no critério “perda de peso”: o programa Vigilantes do Peso, vencedor da lista, seguido pela dieta volumétrica e, em terceiro lugar, a dieta vegana. 

Para a avaliação, foram considerados critérios como facilidade para entender e seguir, benefícios para a saúde e sensação de saciedade. 

Melhores dietas para emagrecer #3 - Dieta vegana 

salada
shutterstock
A dieta vegana exclui, além das carnes, outros alimentos de origem animal

Velha conhecida dos nutricionistas, a dieta vegana ocupou o terceiro lugar na lista. Com um constante aumento no número de adeptos tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil, esse estilo de vida exclui carnes e alimentos de origem animal - mesmo o ovo e o leite - do seu cotidiano. 

Leia mais: Fuja de roubadas! 5 dicas para perder peso que os profissionais odeiam

Apesar da ideia restritiva no primeiro momento, a dieta ganha muitos pontos por trazer benefícios à saúde e auxiliar na perda de peso, uma vez que prioriza alimentos de origem vegetal e evita processados. 

Entre os “contras” da dieta vegana, porém, está o fato de que ela não é tão fácil assim de seguir. O hábito de cozinhar as próprias refeições e a rotina de observar atentamente os rótulos são alguns pontos consideráveis para o sucesso desse modelo. 

Já na lista de benefícios destacam-se a sensação de saciedade - proporcionada pela quantidade de alimentos ricos em fibras - e a redução de danos para o meio ambiente e para a saúde

Melhores dietas para emagrecer #2 - Dieta volumétrica 

sopa
Reprodução/Pinterest/Carol Magalhães
As sopas estão no grupo 'liberado" da dieta volumétrica

A medalha de prata do ranking foi a dieta volumétrica, ainda pouco popular no Brasil, embora não seja exatamente uma novidade entre os nutricionistas. idealizada pela professora de nutrição norte-americana Barbara Rolls, a dieta trabalha com uma premissa simples: conhecer o potencial dos alimentos. 

Ou seja, de acordo com sua criadora, a dieta volumétrica identifica-se mais como uma “perspectiva de alimentação” do que como um manual propriamente dito, pois exige apenas que se conheça a densidade energética de cada prato afim de fazer escolhas mais sábias na hora de comer. 

Leia também: 10 mentiras quando o assunto é emagrecer

Para isso, a dieta cria um sistema que ajuda nessa organização e categoriza os alimentos em 4 grupos de acordo com essa densidade: 

  • O primeiro - de baixíssima densidade, que inclui frutas com pouco açúcar, legumes, vegetais e sopas com esses ingredientes; 
  • O segundo - com alguns carboidratos, carnes magras e frutas com mais açúcar; 
  • O terceiro - com alta densidade, composto por massas, pães, queijos e molhos, 
  • O quarto - com altíssima densidade, composto por bombons, biscoitos, batata frita, manteiga e óleo, por exemplo.  


Para seguir a dieta, basta saber dosar os alimentos de cada grupo e priorizar as menores densidades. Entre os pontos positivos está o fato de que nenhum alimento é “proibido”, além de ser uma dieta saudável e balanceada. já o principal contra está no fato de que, se você não gosta de frutas, sopas e vegetais, é melhor esquecer. 

Melhores dietas para emagrecer #1 - Vigilantes do peso 

alimentos
shutterstock
Reeducação alimentar é o ponto forte desta dieta

A grande vencedora do ranking foi a dieta dos Vigilantes do Peso, criada pelo grupo de mesmo nome. Velha conhecida dos que buscam uma relação amigável com a balança, esta dieta consiste, basicamente, na consciência e reeducação alimentar. 

Para facilitar o acompanhamento - que envolve também uma abordagem holística da alimentação, com atenção aos exercícios físicos e à saúde - o programa utiliza um esquema de pontos que atribui valores a cada grupo nutricional dos alimentos, tornando a contagem de calorias uma tarefa fácil. 

Esta também é uma dieta que se destaca pela flexibilidade e liberdade, sem nenhum alimento proibido. Pelo mesmo motivo, é avaliada com uma nota alta no quesito “saúde”, priorizando refeições equilibradas. Outro ponto no qual a dieta se destaca é o critério “fácil de seguir para perder peso ”. 

No campo de “desafios” da dieta, o ranking inseriu apenas um: o fato de que segui-la pode sair “caro” e pesar no bolso, dependendo do programa escolhido e dos alimentos selecionados a cada dia. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários