Tamanho do texto

Amigas estavam em um desafio para ver quem conseguia passar mais tempo agachando. O esforço foi tanto que elas tiveram problemas nos rins

Women's Health

Vocês já devem estar cansadas de ouvir que tudo que é feito em exagero faz mal. Um caso recente, ocorrido na China, é mais uma prova disso. Duas adolescentes precisaram ser internadas após fazerem uma quantidade absurda de agachamento  durante três horas.

mulheres fazendo agachamento arrow-options
shutterstock
Fazer muitos agachamentos pode ser prejudicial para a saúde

Leia também: Quais são os riscos de inventar exercícios malucos na musculação?

De acordo com informações do jornal China Press publicadas pelo Live Science , Xiao Tang, de 19 anos, fez mais de 1000 agachamentos para ser coroada campeã em um desafio.

Apesar de admitir ao tabloide chinês que “não estava acostumada a se exercitar”, ela desafiou uma amiga a acompanhá-la na missão de concluir mil repetições do movimento. Através de uma chamada de vídeo pelo celular, a dupla passou entre duas a três horas agachando para ver quem aguentava mais.

No dia seguinte, contudo, Xiao acordou com dores nas pernas e notaram que sua urina estava marrom. “Algo estava errado pela manhã. Primeiramente, minha perna não estava apenas dolorida. Eu não conseguia dobrá-la. Depois fui ao banheiro e minha urina estava marrom.”

Leia também: Os perigos ocultos da ingestão de suplementos de proteína

Ao procurar um médico, ela foi diagnosticada com rabdomiólise, uma condição grave causada por lesão muscular esquelética. As fibras musculares mortas – nesse caso, devido ao excesso de exercício físico – são liberadas na corrente sanguínea, o que pode levar à insuficiência renal ou até à morte.

Embora os danos nos rins pudessem ser fatais, a adolescente conseguiu tratamento imediatamente. Ela foi levada pelos médicos a um hospital para tratamento em terapia intensiva, onde tomou soro para se recuperar.

Sentindo-se melhor, a jovem entrou em contato com a amiga que fez o desafio e descobriu que ela também havia sido hospitalizada.

Leia também: 3 erros comuns no agachamento e o que fazer para evitá-los

Segundo explicou o médico do FBI Bruce Cohen à Live Science, é raro obter essa condição através de exercícios excessivos. Ele disse que o agachamento não costuma ser perigoso, mas provavelmente as garotas fizeram muito acima de seus limites. “Ouça seu corpo. Não seja estúpido”, aconselhou.