Tamanho do texto

Há cada vez mais adeptos da corrida e também cada vez mais teorias - muitas vezes malucas - sobre como se alimentar. Fique atento e não caia em ciladas

Runner's

O café desidrata? Os corredores precisam comer mais carboidratos do que proteínas? Você precisa de géis e bebidas energéticas depois de cada corrida? Quando se trata de alimentação e corrida , pode ser difícil separar os fatos da ficção.

mulher sentada e comendo arrow-options
shutterstock
Alimentação e corrida: veja o que de fato pode te ajudar ou prejudicar


Leia também: Qual o café da manhã ideal antes da corrida?

Para ajudar a desmistificar alguns mitos, recorremos ao nutricionista Kim Pearson.

Mitos da alimentação e corrida

Mito #1. Géis e bebidas energéticas são ótimos para repor nutrientes depois da corrida

É fácil acreditar que géis de carboidrato e as bebidas com ingredientes sofisticados são essenciais para os corredores. No entanto, se você planeja cuidadosamente suas refeições, provavelmente já tem energia suficiente e não precisa de complementação ao longo do caminho.

Géis e bebidas podem ser úteis para os longões (normalmente, se durarem mais de 45 minutos). Mas certifique-se de testá-los antes do dia da corrida, para garantir que seu estômago irá aceitá-los. Ou então você pode optar por preparos caseiros (há muitas receitas na internet) e coisas mais naturais. 

Mito #2: Dietas com baixo teor de gordura são melhores para corredores

Esse mito persiste, apesar de já ter sido desmascarado por muitas pesquisas. As gorduras são uma parte essencial da nossa dieta. Principalmente para corredores , porque são fonte de energia. Além de serem fundamentais para a produção de hormônios, função do sistema nervoso e recuperação muscular. Mas os tipos de gorduras que você inclui em sua dieta também fazem a diferença. Evite as gorduras de alimentos processados ​​e fritos e opte por aquelas encontradas em peixes oleosos, azeite de oliva, nozes e abacates.

Mito #3: O café desidrata

Mais um mito envolvendo alimentação e corrida. Beber café antes da sua corrida vai te deixar desidratado? Não! Estudos mostram que até 400 mg de cafeína (aproximadamente quatro xícaras de café) não têm impacto sobre o potencial de hidratação. Suas propriedades diuréticas só aumentam acima desse nível.

Na verdade, os benefícios potenciais da cafeína incluem maior resistência e desempenho devido à redução da percepção de esforço e aumento da queima de gordura. Por isso, se você gosta de uma xícara de café antes de sua corrida, vá em frente.

Leia também: Consumir até 25 xícaras de café por dia não faz mal; diz estudo

Mito #4: Você vai perder peso se correr

Embora a corrida ajude na perda de peso , a prática regular também pode fazer você sentir mais fome , levando ao consumo extra de calorias. Voltar suado da sua corrida pode fazer com que você pense ter gasto mais colorias do que realmente gastou. Por isso, acompanhe seu gasto calórico e planeje refeições saudáveis. Certifique-se de que as fontes dessas calorias sejam principalmente alimentos integrais, naturais e minimamente processados, que também proporcionarão uma variedade de nutrientes. 

Mito #5: Carboidratos + proteína são a refeição perfeita para todo corredor

Com toda a conversa sobre carboidratos e recuperação muscular , pode ser fácil convencer-se de que tudo o que você precisa são carboidratos e proteínas. Mas deixar de incluir vegetais e frutas suficientes em sua dieta pode deixar você com baixos níveis de nutrientes importantes.

Os corredores também precisam garantir uma boa ingestão de antioxidantes para combater os danos dos radicais livres. Esses radicais são moléculas instáveis ​​que têm o potencial de causar danos às células.

Como subproduto do metabolismo energético, a produção deles aumenta com o gasto energético durante a corrida. Você evita os seus efeitos com nutrientes antioxidantes de frutas e vegetais de cores vivas, como frutas silvestres, folhas verde-escuras e vegetais laranjas, como abóbora e batata-doce laranja.

    Leia tudo sobre: dieta