Tamanho do texto

Brasileiros investem cada vez mais nos sucos prontos, como os vendidos nos supermercados. Conheça as características dos tipos mais comuns

Comprar sucos prontos, seja em caixinha ou garrafas, atrai cada vez mais o consumidor por ser uma alternativa rápida e prática. Apesar disso, uma dúvida frequente nesse caso é saber quais são as particularidades de cada tipo da bebida. Qual deles é o mais saudável? O suco pode entrar até na dieta de quem quer emagrecer?

Leia também: Especialista alerta que algumas dietas podem fazer mal para a saúde bucal

sucos mercado
shutterstock
Conheça os tipos de sucos mais comuns nos mercados brasileiros e saiba como escolher a melhor opção para você


Gislaine Santana, engenheira de alimentos da marca Campo Largo, ajuda a entender a composição dos tipos de sucos mais presentes nas prateleiras dos mercados brasileiros e explica a importância de prestar atenção nas embalagens. Além disso, o Delas conversou com nutricionistas para falar das propriedades de cada um dos sucos disponíveis nas prateleiras.

Suco integral

suco
shutterstock
Suco integral é feito somente com a fruta e não é composto por água. Por isso, preserva os nutrientes do alimento



Os sucos integrais devem ser feitos com as frutas sã, madura e sem adição de água. “Por ser integral, o suco preserva as características da fruta e apresenta o que ela tem a oferecer de forma prática e rápida para consumir”, diz a engenheira de alimentos.

Essa característica também é destacada por Adriana Magalhães, nutricionista da Clínica Ana Carolina Sumam. Ela diz que o suco é bom por conter somente partes da fruta e ser fonte de fibras.

Para Gislaine, é importante escolher uma marca que não possua conservantes e adição de outros componentes que não a fruta, para o suco proporcionar, dessa forma, benefícios à saúde.

“Para manutenção das características e garantia da segurança, os fabricantes utilizam diferentes tecnologias. Algumas permitem além de um longo período, que o produto não necessite ser refrigerado”, explica.

Néctar de frutas

néctar de frutas é um dos tipos de sucos mais comuns
shutterstock
O néctar de frutas, apesar de ser um dos mais comuns, não é aconselhado pelas nutricionistas pelos aditivos


Esse é um dos tipos de sucos mais comuns nos mercados brasileiros. Ele contém em torno de 20 a 30% da polpa da fruta e o restante dos componentes é água, açúcar, corante e conservante. “É uma bebida que contém muito aditivo químico”, afirma Adriana.

“Não faz bem para a saúde, até porque a quantidade açúcar é bem alta e prejudica as dietas de emagrecimento. O atrativo desse tipo de bebida é o fácil acesso nos mercados e o baixo preço”, esclarece ela.

Para a nutricionista Danielle Marques Vitali, o suco geralmente possui mais açúcares do que água. “Seu rótulo passa impressão de ser um produto saudável, porém sua composição é preocupante devido grande quantidade de açúcar presente”, complementa.

Leia também: Como escolher o melhor suco de caixinha

Refresco em pó

suco em pó
shutterstock
Os sucos em pó não são recomendados para consumo por conter muitos açúcares, o que prejudica a saúde


Gislaine esclarece que os refrescos em pó são considerados artificiais “pela presença de compostos químicos”. Com embalagens em pacotes pequenos, do tipo sachê, o produto é constituído por corantes químicos, antioxidantes, aromatizantes, “grande quantidade de açúcar e pouca presença da fruta”.

Adriana ainda avisa que esse é o pior tipo de suco para o consumo. “O refresco em pó é um líquido que foi totalmente desidratado, para ser diluído em água. Ele tem muitos conservantes, aromatizantes, corantes e açúcar e é pobre nutritivamente”, diz a nutricionista.

Leia também: Sucos com vegetais: como aproveitar todos os benefícios dessa mistura

Suco concentrado

suco concentrado
shutterstock
Os sucos concentrados são mais pastosos e têm como característica serem produzidos a partir das frutas


A bebida, mais densa e pastosa, é produzida a partir da fruta. O alimento passa por um procedimento que retira toda sua água. “Neste processo, compostos benéficos podem ser reduzidos e o sabor do produto não é tão fiel ao sabor natural, pois as características do suco se alteram”, declara Gislaine.

A nutricionista Adriana Magalhães chama a atenção para os componentes desfavoráveis do produto. “O suco foi parcialmente desidratado. Um dos seus pontos negativos é que contém açúcar, aromatizantes e conservantes”.

Suco reconstituído

suco mercado
shutterstock
O suco reconstituído é feito a partir do tipo concentrado. Ele não é indicado por ser pobre de nutrientes e benefícios


O suco reconstituído é feito a partir do concentrado. Nesse caso, é adicionada novamente a água que havia sido retirada. “Passando por vários processos de aquecimento, concentração e armazenagem, o processo de fabricação do suco reconstituído pode acarretar alterações de seus nutrientes e vitaminas”, alerta Gislaine.

Por conta desse processo de reconstituição, a bebida é mais uma das que entram na lista das contra-indicadas pela nutricionista. “O suco reconstituído foi desidratado e dissolvido novamente. Ele contém aromatizantes e conservantes, além de ser pobre em fibras”, pontua.

Leia também: Suchá reduz o inchaço e ajuda a emagrecer; veja receitas

Quais os melhores tipos de sucos? E o pior?

Bandeja com garrafas cheias de sucos
shutterstock
O suco mais nutritivo é o integral, mas até ele pode atrapalhar quem está de dieta


A engenheira de alimentos Gislaine Santana e as nutricionistas Adriana Magalhães e Danielle Marques Vitali indicam o suco integral como o melhor tipo entre as opções presentes no mercado. “O recomendado é o consumo do suco integral, já que não tem conservantes, aromatizantes, corantes e nem açúcar”, diz Adriana.

“São ótimas opções para incorporar em uma alimentação mais saudável, por apresentarem um suco feito apenas com frutas ”, complementa a engenheira.

Entretanto, Adriana ressalta que o tipo integral também deve ser consumido com cautela e pode ser ruim para quem quer emagrecer. “É muito calórico e contém alto índice glicêmico”, afirma ela.

“Isso significa que o alimento entra na corrente sanguínea e dá um alto pico de glicose e o pâncreas precisa liberar muita insulina. Pra quem busca emagrecer ou tem diabetes é prejudicial”, acrescenta.

Veja a lista dos sucos mais indicados para os menos indicados, feita por Adriana Magalhães:

  1. Suco integral
  2. Néctar de frutas
  3. Suco concentrado
  4. Refresco em pó
  5. Suco reconstituído

Adriana alerta que, dos sucos industrializados, o mais indicado é o prensado a frio, pois não possui aditivos químicos e mantém seus nutrientes, além de não ter adição de açúcar. O mais correto para a nutricionista, entretanto, é “consumir sucos naturais, feitos em casa, somente com a fruta”.

Como escolher o suco ideal?

sucos de frutas
shutterstock
Para escolher o melhor tipo de suco, o segredo é ficar de olho nas embalagens e identificar os ingredientes ruins


Para escolher o suco que melhor se encaixa nas suas necessidades, a dica de ouro da engenheira de alimentos é ficar de olho nas embalagens. “Cada tipo possui uma característica nutricional diferente, com base no processo de produção, armazenamento e consumo”, conta. Segundo ela, com exceção do refresco em pó, todos os tipos de sucos possuem vitaminas e nutrientes.

Adriana pede para se atentar se o produto tem a fruta ou somente partes dela e se há aditivos na composição. “Os nomes estranhos são sempre aditivos químicos, que fazem mal à saúde. Quanto maior a lista [de ingredientes], pior, já que os sucos deveriam conter somente a fruta”, afirma ela.

Leia também: Suco verde está na lista de segredos de dieta de Claudia Raia; veja receitas

Danielle apresenta uma sugestão para facilitar a compra: “A ordem dos alimentos apresentada na lista de ingredientes indica qual item existe em maior quantidade neste produto. Por exemplo: a lista de ingredientes é: açúcar, água, concentrado de maçã, aroma natural de maçã. O maior ingrediente no suco é o açúcar, e não a fruta maçã”, explica.

De acordo com as nutricionistas, os tipos de sucos mais saudáveis são os que não possuem muitos ingredientes. “O ideal é escolher sempre sucos com composição limpa, com listas de ingredientes que você consiga entender e que tenha poucos itens, garantindo uma compra de qualidade. Suco de fruta não precisa de muitos itens”, finaliza a Danielle.