Tamanho do texto

Cledjane Cavalcante chegou aos 82 kg depois da gestação e, com a ajuda de exercícios físicos online, conseguiu emagrecer e ter uma vida mais saudável

Os exercícios pós-parto mudaram completamente a vida da assistente de administração Cledjane Cavalcante, de 35 anos, de Arujá. Antes da gravidez, ela pesava 60 kg e já travava uma batalha na tentativa de emagrecer. Na época, inclusive, chegou a tomar medicamentos tarja preta para perder peso.

Leia também: Dicas para emagrecer - 12 alimentos que ajudam a perder peso

undefined
Arquivo pessoal
Cledjane Cavalcante aparece à esquerda antes de emagrecer e, à direita, após a realização dos exercícios pós-parto

Durante a gestação, ela sentia uma fome descontrolada, razão pelo qual engordou, conforme conta. Nesse período, alcançou os 82 kg e não estava feliz com o seu próprio corpo. Após dar à luz, ela se sentia cada vez pior com a imagem refletida no espelho – mas os exercícios pós-parto iriam ajudá-la a melhorar sua autoestima.

Antes de colocá-los em prática, Cledjane já havia conseguido eliminar 10 kg em 14 dias em que estava amamentando sua filha. Após três meses, ela parou de amamentar e, diante disso, não conseguia mais eliminar alguns quilos. Desmotivada, ela encontrou forças para seguir em frente ao conhecer o programa Mamãe Sarada

A assistente fez os exercícios físicos na plataforma online Queima Diária. O treino tinha duração de apenas 20 minutos e era feito de segunda a sábado. Depois, fez mais dois treinos que eram focados no abdômen e no bumbum. Com as aulas, ela passou se sentir mais disposta para realizar algumas atividades que lhe despertavam profundo cansaço, como subir as escadas. 

Os resultados conquistados com os exercícios pós-parto 

undefined
Arquivo pessoal
Cledjane utilizou os exercícios pós-parto do programa Mamãe Sarada para conseguir emagrecer 23 kg em oito meses

O Mamãe Sarada é um programa pensando exclusivamente para as necessidades de mulheres que já passaram pela gestação, desenvolvido pela Gabriela Cangussú. Os exercícios pós-parto são feitos apenas com o peso do corpo e não precisam de equipamentos ou de muito espaço. As partes mais trabalhadas são penas, lombar, bumbum e barriga. Os treinos duram dois meses. 

Para conciliar os exercícios físicos com a maternidade, ela aproveitava para realizá-los enquanto a filha estava na escola. “Conseguia agilizar meus trabalhos de casa enquanto ela estava lá, pela manhã. Depois, fazia meus treinos à tarde, antes dela voltar. Quando não era possível, treinada enquanto ela tirava uma soneca”, conta Cledjane. 

Em dois meses, ela já tinha eliminado 9 kg. “Eu nunca arrumei desculpa para não fazer os treinos. Segui firme com meu objetivo e tinha muito explicitamente na minha mente o lugar que eu queria chegar”, aponta. 

Após oito meses, conseguiu atingir sua meta inicial, que era perder os 23 kg ganhos na gestação. O que a motivou a seguir em frente foi o primeiro resultado conquistado a curto prazo. “Com o passar do tempo, eu conseguia perder cada vez mais peso, o que me dava mais garra e força para continuar”, explica. 

Atualmente, ela está com 55 kg, mais magra do que quando engravidou. “Me sinto outra pessoa. Hoje, minha autoestima está em um nível que eu nunca imaginei que pudesse chegar. Estou muito mais confiante. Não posso mentir e dizer que estou completamente satisfeita, pois posso melhorar cada vez mais”, ressalta. 

Além dos exercícios físicos , Cledjane também fez mudanças em sua alimentação. “Não gostava de verduras, legumes e frutas . Só comia massas e proteínas. Hoje, tudo mudou. Sou mais saudável, o que fez com que toda a minha família me acompanhasse. Não fiz isso por um período. Eu realmente consegui atingir um estilo de vida equilibrado e não abro mão”, expõe. 

“Eu sempre sofri para comprar roupas” 

undefined
Arquivo pessoal
Cledjane surge nas imagens antes dos exercícios pós-parto e diz que, ao usar 44 de roupa, não achava peças que lhe serviam

Com a mudança de vida, a mãe fala que não tem preço a sensação de entrar em uma loja e poder escolher a roupa que deseja – e não ser escolhida por ela. “Eu sempre sofri muito ao comprar roupas. Nunca achei algo que coubesse e se adequasse ao meu corpo. Sempre precisei ajustar minhas peças”, afirma. 

Com 1,56m, usava numeração 44. “Nunca consegui usar bermudas por me sentir flácida, principalmente depois da gravidez. Tinha um complexo com minhas pernas, que eram grossas demais, e isso me incomodava muito. Hoje, coloco qualquer roupa e me sinto plena”, ressalta.

Nos dias atuais, ela sente que tem sua vida sob controle e diz que está sua melhor versão. Antes da gravidez, ela quase desenvolveu depressão e sofria com algumas questões emocionais. Depois de dar à luz, elas ficaram ainda mais intensas. Ela declara que  estava acima do peso e não se reconhecia mais.

Diante disso, com o Mamãe Sarada, Cledjane diz que o programa com os exercícios pós-parto lhe trouxe uma vida nova e foi uma verdadeira benção. “Não conquistei o corpo que eu tinha antes da gravidez. Hoje, tenho o corpo que eu nunca tive. E isso me deixou em paz também psicologicamente e, por isso, consigo viver minha vida da melhor forma”, finaliza.