Tamanho do texto

Professora explica como a prática ajuda a conquistar o corpo mais definido e dá dicas das melhores posturas para o fortalecimento do core; veja detalhes

A ioga é uma prática milenar que conecta corpo e mente e traz uma série de benefícios. Há quem defenda que a prática ajuda a melhorar a vida sexual e que, quando feita em dupla, pode aumentar a intimidade e a sintonia do casal. E fazendo uma busca rápida pelo Google é possível encontrar uma série de sites e vídeos defendendo que ioga emagrece e ajuda a perder barriga. 

Ioga trabalha corpo e mente e pode ajudar a obter ótimos resultados quando assunto é barriga definida
shutterstock
Ioga trabalha corpo e mente e pode ajudar a obter ótimos resultados quando assunto é barriga definida


Diante de tanta informação, fomos buscar o que é mito e o que é verdade sobre a prática. Quando o assunto é sexo , a  ioga é bem-vinda porque a prática dá mais força, flexibilidade e resistência aos adeptos, além de despertar energia de chakras importantes. 

Já a modalidade a dois, como a  acroyoga , que mistura a prática milenar com acrobacias e massagem thai, promove uma integração entre o casal e, segundo professores, faz com que os praticantes se conheçam melhor e desenvolvam laços importantes, como a confiança. 

Mas e quando a dúvida é sobre conquistar o corpo definido e sequinho? A prática sozinha não traz esse resultado, mas ela é uma ajuda e tanto também para a boa forma. 

Por que a ioga pode ajudar a definir a barriga

É possível apostar em posturas e exercícios de respiração da ioga para ajudar a fortalecer e definir o abdômen
shutterstock
É possível apostar em posturas e exercícios de respiração da ioga para ajudar a fortalecer e definir o abdômen

Como explica a professora Joyce Berndt, a ioga ajuda a definir a barriga porque diversas posturas, as àsanas, trabalham bastante o core, que compreende a série de músculos que anatomicamente abrangem as regiões abdominal, pélvica e lombar e os quadris.

Fortalecer o core é importante tanto para perder barriga quanto para ter um corpo em equilíbrio. "O core, que em inglês significa centro, é exatamente o centro do nosso corpo, podemos dizer que é um centro de força do mesmo", explica Joyce, que também é co-fundadora do movimento Mais Yoga Por Favor. "É esse conjunto de músculos que mantém a estabilidade da nossa coluna, por exemplo, ajudando na sustentação do nosso corpo físico", continua.

Ela ainda completa: "Dessa forma, um core bem trabalhado não tão somente significa uma região abdominal forte, como também auxilia no fortalecimento e saúde da coluna vertebral, prevenindo lesões e dores na região, principalmente na região da lombar, bem como um melhor funcionamento dos órgãos internos de toda área que o core abrange."

Melhores posturas para trabalhar o core

Segundo Joyce, existem várias posturas de ioga que fisicamente atuam bastante no fortalecimento do core. Ela dá alguns exemplos: 

Postura do Barco (Navàsana)

Nesta postura da ioga, só o quadril fica apoiado no solo. É preciso contrair o abdômen para se manter na pose
shutterstock
Nesta postura da ioga, só o quadril fica apoiado no solo. É preciso contrair o abdômen para se manter na pose

Essa postura trabalha equilíbrio, além de ativar músculos do abdômen, da lombar e das pernas. Para realizá-la é preciso força no core. 

A ideia é começar deitado no mat e levantar pernas e tronco, formando uma figura parecida com a letra V com seu corpo. Os braços ficam estendidos e os ombros, relaxados. 

Postura do Guerreiro 3 ( Virabhadrasana III)

Postura de ioga conhecida como Guerreiro 3 exige força e equilíbrio
shutterstock
Postura de ioga conhecida como Guerreiro 3 exige força e equilíbrio

A postura exige flexibilidade e equilíbrio e, além de trabalhar abdômen, também exige dos músculos de pernas e glúteos. 

Em pé, use uma perna como apoio. Incline o tronco para frente, formando um ângulo de 90º com a perna de apoio, e estique a outra perna para trás, paralela ao tronco. Os braços também ficam paralelos ao tronco, esticados à frente da cabeça. Alterne as pernas de apoio. 

Postura do Golfinho (Ardha Pincha Mayurasana)

A postura do Golfinho é um dos exemplos de àsana que exige flexibilidade e um nível mais avançado do aluno
shutterstock
A postura do Golfinho é um dos exemplos de àsana que exige flexibilidade e um nível mais avançado do aluno

Mais uma postura para o qual é preciso ter flexibilidade para executar e também indicada para quem já tem uma certa prática com a ioga. 

A ideia é apoiar as mãos e um dos pés no chão e, dessa forma, "empurrar" o tronco em direção à perna de apoio. Todo o corpo deve ficar bem alongado, como mostra a imagem acima. 

Segundo Joyce, também é possível trabalhar a cinta abdominal com exercícios respiratórios como o Kapalabathi e o Bastrika. 

Ioga para emagrecer e outros benefícios

Ioga ajuda em questões como controle da ansiedade e melhora na qualidade do sono
shutterstock
Ioga ajuda em questões como controle da ansiedade e melhora na qualidade do sono

Além de trabalhar todo o corpo, e com isso ajudar a definir e tonificar os músculos, a ioga ainda traz outros benefícios quando a questão é o emagrecimento.

Joyce lembra que a prática auxilia, por exemplo, no tratamento da ansiedade, que pode fazer com que algumas pessoas vejam a comida como uma vávula de escape e acabem exagerando. Segundo a professora, a prática ajuda no cerne da questão em si e não apenas no sintoma, pois contribui para que o aluno lide melhor com frustrações e obstáculos do cotidiano.

Os exercícios de respiração também são importantes nesse aspecto. Eles são usados como "ferramentas de expansão, direcionamento e intensificação do fluxo da energia no corpo, além de ajudar na limpeza de canais de energia, fortalecendo a conexão com sua energia vital", fala Joyce. 

Além disso, algumas posturas estimulam a glândula tireóide, responsável pela produção de hormônios que regulam o funcionamento do metabolismo do corpo.

Para completar, há diversas modalidades de ioga e algumas são bem vigorosas, promovendo um alto gasto calórico e trabalhando o sistema cardiovascular. 

Outro fator importante para quem quer entrar em forma e está em busca de equilíbrio como um todo é a qualidade do sono. Uma noite bem dormida revigora e ajuda a recuperar os músculos para os próximos exercícios. A ioga também atua nesse aspecto, já que algumas posturas são reconfortantes e exercícios de respiração ajudam a relaxar e a diminuir a frequência cardíaca. 

Leia também: 11 dicas para ter uma excelente noite de sono

E por fim, de acordo com Joyce, a prática é benéfica para o bom funcionamento do organismo como um todo."Ela pode fortalecer os músculos ao mesmo tendo que aumenta a amplitude de movimento do corpo físico", diz a professora. Com isso, órgãos internos e glândulas endócrinas também são trabalhados e o benefício é geral. 

Claro que para obter os melhores resultados é preciso pensar em uma alimentação saudável, entender o seu metabolismo e suas individualidades. 

Ambiente ideal para a prática

Para criar um ambiente para a prática da ioga você pode apostar em alguns óleos essenciais
shutterstock
Para criar um ambiente para a prática da ioga você pode apostar em alguns óleos essenciais

Mais uma das vantagem da ioga é que ela pode ser praticada em qualquer lugar, não necessiamente em uma academia ou estúdio. Muitos preferem fazer as posturas ao ar livre, por exemplo. 

Se quiser preparar o ambiente com um toque especial, a dica da terapeuta floral e aromaterapeuta Marcia Rissato é usar óleos essenciais. Ela sugere usar oito gotas do óleo escolhido diluído em água e espalhar o aroma pelo local com um difusor de ambiente. 

Marcia lembra que cada óleo tem uma função ligada à prática. Para quem busca uma conexão com o interior, a opção é o óleo essencial de cedro. Já para encontrar equilíbrio, a sugestão é o óleo de lavanda. Durante os exercícios de respiração, aposte no aroma de eucalipto. Para obter disciplina, a sugestão da especialista é o lemongrass. 

E para aproveitar todos os benefícios da ioga e evitar qualquer problema, Joyce ressalta a importância de  um profissional para realização de uma anamnese e orientação ao praticante com base em suas individualidades, limitações e restrições. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.