Tamanho do texto

Profissional afirma que a atividade desenvolve o autoconhecimento e proporciona a verdadeira alegria de viver: "O resto é ilusório e passageiro"

Muitos passam a vida inteira tentando encontrar a felicidade. Márcia De Luca, especialista em ioga e meditação há 38 anos, parece ter descoberto o segredo rápido. Para a estudiosa, o caminho não está em comprar carros, casas, roupas da moda, viajar ou conquistar o trabalho dos sonhos. Encontrar o que pode fazer alguém feliz, segundo ela, é mais simples do que parece.

Leia também: Após engordar e transformar corpo, personal diz que está mais feliz e saudável

Segundo especialista, o ioga ajuda as pessoas a se encontrarem com o interior delas, lugar em que mora a felicidade
shutterstock
Segundo especialista, o ioga ajuda as pessoas a se encontrarem com o interior delas, lugar em que mora a felicidade


“Essas coisas, muitas vezes, são ilusórias e passageiras. Tudo que é assim não proporciona a verdadeira felicidade , que está dentro dos nossos corações”, diz ela. Para quem, assim como Márcia, deseja investir no autoconhecimento para ser feliz, a professora indica a prática do ioga e diz que a atividade não é só voltada aos movimentos, como muitos leigos imaginam.

“O ioga tira a pessoa do mundo aqui de fora e leva o praticante para o mundo interior, que é muito mais rico. Além disso, é um exercício de filosofia de vida que tem a atividade física como uma das partes para fortalecer o corpo e proporcionar saúde”, explica a profissional.

Leia também: Saiba como funciona uma aula de ioga com tecido e como ela pode te ajudar

Filosofia do ioga tem ligação com a felicidade

Márcia De Luca afirma que precisamos encontrar Lakshmi, a deusa da felicidade, poder e empoderamento
shutterstock
Márcia De Luca afirma que precisamos encontrar Lakshmi, a deusa da felicidade, poder e empoderamento


A abordagem do verdadeiro e antigo ioga, segundo Márcia, mostra que a intenção da prática é fortalecer o caráter, aquietar a mente e empoderar. Para ela, que já escreveu vários livros sobre o assunto, a postura física é só um detalhe que tende a fortalecer o corpo e, inclusive, não é o que a faz pegar no pé das alunas diariamente.

“Eu foco muito mais na filosofia e na formação do caráter. Por isso, acho que todo mundo pode fazer a aula. Nunca ter feito ioga não é um empecilho para começar, pelo contrário”, defende ela. Para provar que está certa, inclusive, Márcia resolveu palestrar sobre a ligação do autoconhecimento, que pode ser desenvolvido no ioga, com a alegria de viver.

De 20 a 23 de setembro, a professora estará na 11ª edição do “Praticando o Bem-Viver”, no Txai Resorts, localizado na Bahia. O evento, que é indicado para mulheres de todas as idades, contará com momentos de meditação e integração total com a natureza. Lá, Márcia falará sobre a filosofia do ioga e garante que quem for voltará para casa mais relaxado.

“Será um fim de semana para recarregar a bateria, repor as energias e aprender a sabedoria milenar da Índia para ser feliz. Teremos comida vegetariana, ar puro, banhos de mar, práticas de ioga, meditação, palestras e rituais sobre a alegria com a lua cheia”, adianta.

Leia também: Qual a melhor atividade física para você? Saiba como escolher sem errar

Segundo Márcia, as divindades do hinduismo representam os arquétipos energéticos que existem dentro das pessoas e o segredo da felicidade está, exatamente, em reconhecer o que está no interior e deixar essa energia desabrochar. “Para ficar mais fácil o entendimento, nós podemos dizer que são divindades. Lakshmi é essa mulher bonita, feminina, poderosa, e nós precisamos encontrá-la”, completa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.