Tamanho do texto

A pesquisa analisou questionários de hábitos alimentares e descobriu que é o consumo moderado do nutriente que aumenta a expectativa de vida

Uma das dietas mais famosas é a dieta low carb , em que é reduzida a quantidade de alimentos como pães e massas. A dieta surge da ideia de que os carboidratos são responsáveis pela obesidade e por outros problemas de saúde, mas uma pesquisa americana publicada na revista científica “The Lancet” mostra que, na verdade, eles podem aumentar a expectativa de vida. 

Leia também: Dieta do carboidrato melhora a autoestima; acabe com mitos sobre o nutriente

Um novo estudo descobriu que a dieta ideal não é baseada em cortar carboidrato, mas, sim, no consumo moderado
shutterstock
Um novo estudo descobriu que a dieta ideal não é baseada em cortar carboidrato, mas, sim, no consumo moderado


Para o estudo , os pesquisadores analisaram outra pesquisa, feita no final dos anos 80, com 15.428 adultos com idades entre 45 e 64 anos, que responderam um questionário sobre seus hábitos alimentares. Até hoje, foram registradas 6283 mortes do grupo analisado. Buscando descobrir o verdadeiro impacto da dieta de cortar carboidrato , foram cruzados ainda dados de outros estados do país, totalizando 432.179 participantes e 40.181 óbitos.

Leia também: Médico famoso na TV britânica diz o melhor horário para comer carboidrato

Assim, foi possível obter o resultado que alerta contra a dieta low carb. Os pesquisadores notaram que o consumo baixo de carboidratos, considerado como menos de 40% das necessidades calóricas diárias de uma pessoa, resultou em um maior risco de mortalidade.

Eles perceberam, ainda, que o exagero também é um problema. Os adultos que tinham uma dieta com mais de 70% de calorias provenientes de carboidratos também apontaram para um maior risco de mortalidade e uma menor expectativa de vida.

O maior tempo de vida, no entanto, pôde ser visto no grupo de pessoas que consumiam entre 50 e 55% de calorias em suas dietas. Ou seja, o consumo moderado de alimentos com calorias originárias do nutriente é o ideal.

Leia também: Conheça os 9 melhores carboidratos para perder peso e secar a barriga

A pesquisa sobre cortar carboidrato também alerta para outros alimentos

Cortar carboidrato e substituir na dieta por alimentos de origem vegetal aumenta a expectativa de vida, segundo estudo
shutterstock
Cortar carboidrato e substituir na dieta por alimentos de origem vegetal aumenta a expectativa de vida, segundo estudo


Os autores da pesquisa observam que os dados não dependem apenas das calorias vindas de carboidratos, mas também variam de acordo com outros tipos de alimentos e nutrientes ingeridos pela pessoa. Nos resultados obtidos,  cortar carboidrato e substituir por proteínas e gorduras de origem animal diminuía a expectativa de vida, mas trocar por alimentos de origem vegetal, como nozes, manteiga de amendoim e pães integrais, aumentava a expectativa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.