Tamanho do texto

A corrida na areia queima mais calorias, mas os outros terrenos também têm suas vantagens; veja os detalhes e algumas dicas para turbinar o treino

A corrida é um exercício democrático e que conquista cada vez mais adeptos por aí. Para alguns, é até uma terapia. Basta colocar uma boa música, se concentrar nas passadas e pronto. Para outros, o desafio de cruzar a linha de chegada é o que motiva a treinar e a continuar. E o quando o assunto é exercício para emagrecer, a corrida também aparece na lista de muita gente. 

Leia também: Qual o café da manhã ideal antes da corrida?

Qual tipo de corrida é o melhor exercício para emagrecer? Especialista tira dúvidas
Divulgação
Qual tipo de corrida é o melhor exercício para emagrecer? Especialista tira dúvidas


Correr é um exercício de alto gasto calórico , e na atividade é possível fazer diversos estímulos. Você pode correr de maneira contínua e, com isso, treinar para ganhar mais resistência, ou de forma intervalada, um ótimo exercício para emagrecer e queimar gordura, já que mistura estímulos, com alguns minutos em corrida intensa e outros em uma corrida mais leve ou trote. 

Essa atividade segue a mesma linha do HIIT (treino intervalado de alta intensidade) que faz com que o corpo continue queimando gordura mesmo depois do exercício. 

Leia também: Treino HIIT é para mim? Saiba se você vai se dar bem na modalidade

Mas além do tipo de treino, o terreno escolhido para a corrida também pode influenciar nos resultados. Qual a diferença entre, por exemplo, correr na esteira na academia ou na rua, no asfalto? E se a corrida for na areia, quais as vantagens e os riscos? E no final, o que mais emagrece? Para esclarecer essas e outras dúvidas, batemos uma papo com Ronaldo Martinelli, professor da rede de academias Bio Ritmo. 

Comparação entre os terrenos da corrida

Para começar, Martinelli faz uma comparação para mostrar como a atividade em cada um dos terrenos exige o corpo de diferentes maneiras: 

Corrida na esteira: 

Corrida na esteira é uma boa ideia para quem está começando no esporte e tem outras vantagens
shutterstock
Corrida na esteira é uma boa ideia para quem está começando no esporte e tem outras vantagens


  • menor sobrecarga de impacto: a esteira tem um sistema de amortecimento que ajuda a absorver o impacto durante as passadas;
  • maior uso do quadríceps na corrida: esse músculo (que fica na parte da frenta da coxa) acaba sendo mais acionado na esteira para que o corpo seja induzido a uma posição mais "vertical" do tronco, já que o aparelho o impulsionará para frente;
  • maiores variações de treino: com o aparelho é fácil programar diversos treinos, já que é fácil controlar a velocidade do corredor. Também há a vantagem da variação da inclinação, principalmente para simular subidas. 

Corrida na rua:

Corrida na rua, ao ar livre, exige mais do corpo que a praticada na esteira
shutterstock
Corrida na rua, ao ar livre, exige mais do corpo que a praticada na esteira


  • maior especificidade da modalidade corrida;
  • maior exigência dos músculos de membros inferiores como um todo: não há nenhuma "ajudinha", como a impulsão da esteira, que te joga para frente. Com isso, o corpo acaba sendo mais exigido;
  • - maior sobrecarga de impacto: também não há a absorção de impacto da esteira ou mesmo da areia.

Corrida na areia:

Corrida na areia é a líder em esforço e gasto calórico
shutterstock
Corrida na areia é a líder em esforço e gasto calórico


  • a menor sobrecarga de impacto para o corpo: a areia ajuda na questão da absorção do impacto durante a corrida e qualquer outro exercício; 
  • a maior exigência de membros inferiores como um todo em comparação aos outros dois: ao mesmo terreno, esse é o terreno mais instável e, por isso, exige muito mais do corpo para que ele desempenhe a atividade com sucesso; 
  • maior trabalho muscular dos músculos responsáveis por estabilizar a postura: se o corpo precisa fazer mais esforço para correr nesse terreno irregular, também será mais exigido para que a postura seja mantida da maneira correta; 
  • menor possibilidade de gerar velocidade: é bem mais difícil desenvolver velocidade na areia em comparação às corridas na esteira ou no asfalto. 

Qual atividade queima mais calorias?

Se a ideia é entender qual o melhor exercício para emagrecer, essa comparação feita pelo professor de educação física já deixa a resposta de forma clara. O terreno que mais favorece para queimar mais calorias é a areia. 

Martinelli dá mais detalhes: "Falando de atividades na mesma intensidade, a resposta é mesmo a areia, pois a diluição do impacto que ela cria leva a uma maior solicitação dos músculos para impulsionar a corrida, levando a um maior gasto energético".

Além disso, John Porcari, Ph.D. e diretor do Programa de Fisiologia do Exercício Clínico da Universidade de Wisconsin, já defendeu que correr ao livre queima mais calorias que o exercício na esteira . Além de a esteira ajudar no movimento, já que é uma plataforma em rotação constante, nela também não há a resistência do vento e outros fatores externos que exigem mais do físico e, consequentemente, aumentam o gasto calórico. "Você provavelmente queima cerca de 3% a 7% mais calorias correndo ao ar livre do que em uma esteira", foi a avaliação do especialista. 

Já posso começar pela corrida na areia?

Se esse é o exercício que emagrece mais, vou partir logo para ele, certo? Nem sempre. Todo exercício deve ser supervisionado por um profissional para evitar lesões e para que o melhor treino seja montado de acordo com os seus objetivos e características. Mas, em linhas gerais, quando se fala em corrida, uma boa ideia é começar pela esteira. 

Leia também: Como turbinar seu treino na esteira? Veja dicas

"A esteira é a melhor opção, principalmente se estivermos pensando em um processo bem gradual, por preservar mais as articulações", ressalta o profissional de educação física. Depois disso, é possível pensar nos outros terrenos. "A areia pode ser um segundo passo, para treinar o cárdio e fortalecer mais os músculos", continua Martinelli. Aí vem a corrida no asfalto, quando o corpo já está acostumado ao exercício e também bem fortalecido. 

Entretanto, nem sempre é possível seguir essa evolução - pois é, nem todos moramos pertinho da praia para a corridinha na areia no final de tarde. Nesse caso, uma sugestão é começar pela esteira, fazer um trabalho em paralelo de fortalecimento muscular e, depois, partir para a rua. 

Já quem tiver a possibilidade de combinar todos os terrenos nos treinos, pode usar isso não apenas no começo da atividade, mas também como uma forma de se manter em forma e, por que não, como exercício para emagrecer. "As atividades [na estreia, na rua e na areia] podem se complementar em algumas etapas do treinamento. Por exemplo: usar a esteira para reduzir impacto após um longo período treinando na rua, usar a corrida na areia para fortalecer os músculos para depois correr na rua, etc.", comenta Martinelli. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.