Tamanho do texto

Calma, não é preciso ser radical e nem largar todas as guloseimas de uma vez

Não é de hoje que o açúcar refinado é apontado por pesquisas e especialistas como um vilão da dieta e um item que oferece riscos à saúde. Então que tal aproveitar que o ano está quase no fim, encarar um "projeto verão" e finalmente eliminar esse inimigo do cardápio? 

Leia tudo sobre dieta

Já está de olho no projeto verão? Então veja essas dicas para cortar de vez o açúcar e emagrecer
shutterstock
Já está de olho no projeto verão? Então veja essas dicas para cortar de vez o açúcar e emagrecer


E motivação para cortar de vez o açúcar de sua vida nem precisa ser só eliminar alguns quilinhos ou aquela gordurinha que tanto incomoda com o projeto verão. Ao retirar esse item da dieta, segundo a médica nutróloga Ana Luisa Vilela, de São Paulo, você também estará cuidando da saúde. 

Bons motivos para cortar o açúcar

Ainda não está convencida? Pois a nutróloga lista razões para mudar esse item na alimentação. 

1. Ele não acrescenta nada

O açúcar refinado é, de acordo com a médica, uma fonte de calorias vazias, ou seja, não acrescenta nenhum nutriente ao organismo e, por isso, pode ser perfeitamente deixado de lado sem trazer nenhum prejuízo, muito pelo contrário. 

2. Consumir açúcar pode resultar em celulite

Esse item, quando consumido em quantidade elevada, favorece os processos inflamatórios e, com isso, contribui para que esses furinhos indesejados aparecem na pele. “O que comemos pode ser remédio ou veneno, dependendo da dose", comenta Ana Luisa. 

3. Açúcar demais vira gordura localizada

O corpo precisa de energia, mas quando consumida em excesso, ela é acumulada nas células em forma de gordura. Além disso, esse produto refinado tem alto índice glicêmico, ou seja, produz picos de glicemia no sangue e é rapidamente absorvido. Desse modo, acaba chegando às células muito mais energia do que o corpo vai gastar e que sobra será estocado. Resultado podem ser aquelas gordurinhas localizadas, principalmente na região abdominal. 

4. Aumento do risco de diabetes do tipo 2 

"Esse tipo de doença crônica é causada pela intolerância do organismo à insulina [sem ela, a glicose fica parada no sangue e há quadros de hiperglicemia], que sobrecarrega o pâncreas e pode levar a diversos outros problemas de saúde potencialmente fatais, como doenças cardíacas e falência renal", diz a nutróloga.

5. Falta de açúcar ajuda a perder barriga

Por outro lado, ao deixar de consumir esse vilão, segundo Ana Luisa, há boas chances de você emagrecer. “A falta do açúcar refinado favorece a quebra da gordura, principalmente na região do abdômen. Por isso, as pessoas que não ingerem o ingrediente emagrecem e desenham o corpo com muito mais rapidez e facilidade”, explica a médica. 

Como cortar o açúcar de uma vez por todas?

E agora, ficou ainda mais claro o por que esse item não agrega em nada para você? Vamos colocar como meta do "projeto verão" tirá-lo da rotina e não só emagrecer, como também definir o corpo? 

O primeiro passo para isso, na opinião de Ana Luisa, é ter calma. Mesmo com tantos malefícios, cortar todo o açúcar de uma vez pode não ser uma boa ideia. Há quem consiga, mas na maioria dos casos essa atitude radical pode gerar crises de abstinência, que vêm acompanhadas de sintomas como desejo incontrolável por um doce, e aí você acaba comendo ainda mais; irritação; insônia e dores de cabeça. 

Leia também: É possível manter o doce na dieta?

A médica explica que isso acontece porque esse item é uma substância tão viciante quanto a cocaína. "Um estudo realizado por cientistas da universidade americana de Princeton descobriu, em 2011, que o ingrediente afeta a mesma região ligada ao prazer e bem-estar que a droga, tornando-se fonte de vício para muitas pessoas", detalha Ana Luisa. 

Portanto, a sugestão da especialista é reduzir o consumo aos poucos. Precisa de um docinho todos os dias? Tente um dia ou outro trocar a guloseima por alguma fruta naturalmente doce, como manga, uva o caqui. Esses alimentos contém alto teor de frutose, um açúcar natural e bem mais saudável que o refinado industrializado. Sem contar que frutas são fontes de fibras, vitaminas e bons nutrientes. Aos poucos, essa troca deve deixar de ser a exceção da semana e virar o hábito. 

Outra troca interessante é do açúcar do café ou um adoçante também natural, como stévia ou sucralose. E mais uma vez, gradativamente, vá diminuindo a quantidade de adoçante até conseguir apreciar o café puro e realmente sentir o sabor do grão. 

Leia também: Qual o melhor adoçante natural para sua dieta?

Segundo Ana Luisa, também há um caminho para consumir chocolate. Basta substituir a versão ao leite por alguma com 70% de cacau ou mais. No começo você vai achá-lo amargo, mas saiba que aí, sim estará comendo chocolate e não açúcar e gordura, que são os itens em grandes quantidades na versão ao leite. 

Para completar o projeto verão, vale também relembrar conselhos já conhecidos de nutrólogos e nutricionistas, como incluir na dieta verduras e legumes, variar as cores dos ingredentes do prato e praticar exercícios físico. Sem açúcar e com boas práticas, o verão te espera de portas abertas! 

    Leia tudo sobre: dieta

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.