Iryna Mashkova
Reprodução/Instagram
Iryna Mashkova

Com a guerra ucraniana iniciada na madrugada do dia 24 de fevereiro pelo  presidente da Rússia, Vladimir Putin, centenas de civis e locais foram afetados com os ataques militares, o que fez com que muitas pessoas saíssem do país para poderem se proteger.

Por esse motivo, a ucraniana Iryna Mashkova, imigrante há 10 anos no Brasil, tenta trazer sua família e outros ucranianos para solo brasileiro. Ela deseja também “paz para meu povo, família e para o lugar que amo tanto”.

A Organização das Nações Unidas (ONU) informou que mais de 1 milhão de pessoas já deixaram a Ucrânia, entretanto, muitos refugiados ainda continuam no país em busca de uma solução.

“Até o momento, não consegui trazer minha família, amigos e residentes da minha amada cidade em segurança como refugiados para longe desse conflito horrível. Devido a isso, estamos organizando um protesto próximo ao consulado russo (em São Paulo) para tentarmos melhorar a situação”, disse a imigrante.

Leia Também

Os protestos iniciaram no dia 3 de maço e vão até o dia 6, ela explicou também que: “Além de acendermos velas em homenagem às vidas perdidas em perigo na Ucrânia, estou recolhendo o máximo possível de assinaturas para um abaixo assinado cujo intuito é ajudar as pessoas em situação de risco que ainda não conseguiram deixar para trás suas casas e recomeçar em segurança em outro país”.

SERVIÇO

Datas: 3, 4 e 6 de março de 2022
Horários: Quinta e sexta-feira, às 17h
Domingo, a partir das 8h
Local: Praça Professor Cardim - Jardim Everest, São Paulo - CEP: 05601-060
Próximo ao Jóquei e a estação Butantã do Metrô

Instagram Iryna Mashkova:  @irynamashkovaoficial
Facebook:  Iryna Mashkova

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários