Will Smith fala que se arrepende de não defender a mãe de violência doméstica
Reprodução/Instagram/GQ Magazine/Renell Medrano
Will Smith fala que se arrepende de não defender a mãe de violência doméstica

Will Smith,  53, tem falado bastante sobre sua vida pessoal este ano. O ator vai lançar um livro com as memórias de sua própria vida dia 9 de novembro, mas enquanto a obra não sai, ele dá alguns spoilers sobre o que os leitores vão encontrar nas páginas do livro. Depois de falar abertamente sobre o  relacionamento não monogâmico entre ele e sua esposa, Jada Pinkett Smith, agora é a vez dele falar sobre os sentimentos contraditórios com seu pai, que mesmo presente, era alcóolatra e agredia sua mãe.

Will lembra que o pior momento da sua infância foi quando ele tinha nove anos. "O meu pai era violento, mas também estava em todos os ensaios, peças e recitais. Era alcoólatra, mas estava sóbrio em todas as estreias de cada um dos meus filmes. Ele ouviu todos os discos, visitou todos os estúdios. O mesmo perfeccionismo intenso que apavorava a minha família, punha comida na mesa todas as noites da minha vida", começa seu relato para a revista People.

Ele continua falando que em uma noite, viu seu pai bater na cabeça da sua mãe com tanta força, que ela cuspiu sangue e desmaiou. "Aquele momento na sala, possivelmente mais do que qualquer outro em minha vida, definiu quem eu sou ", diz ele, arrependido de não ter feito nada naquele momento. "Dentro de tudo que fiz desde então, os prêmios, os elogios, os personagens... há uma cadeia de desculpas à minha mãe pela minha inércia naquele dia, por não ter enfrentado meu pai, por ser um covarde."

Will fala que tudo o que as pessoas vêem dele - "a maior estrela de cinema" - é, em grande parte, uma construção, um personagem que ele criou de forma cuidadosa, elaborada e aperfeiçoada para se proteger de si mesmo. "Para esconder meu verdadeiro eu do mundo. Esconda o covarde", conta. Os pais do ator se divorciaram nos anos 2000 - tempos depois da violência doméstica -, do qual ele se lembrou novamente enquanto cuidava do pai que estava com câncer.

"Uma noite, enquanto eu o levava para fora da sala, algo obscuro surgiu dentro de mim. O caminho entre a sala e o banheiro passa pela parte superior das escadas. Quando era menino, sempre disse a mim mesmo que algum dia o faria:ia vingar a minha mãe. Que quando fosse suficientemente grande, suficientemente forte, eu o mataria. Me detive, podia ter empurrado ele escada abaixo, mas neguei com a cabeça e segui levando ele para o banheiro." Will Smith Senior faleceu em 2016.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários