Gabi Zanotti com o troféu e a medalha do Brasileirão Feminino
Reprodução/TV Globo/Encontro com Fátima Bernardes
Gabi Zanotti com o troféu e a medalha do Brasileirão Feminino


O time de futebol feminino do Corinthians conquistou o terceiro título do Campeonato Brasileiro Feminino em cima do maior rival, o Palmeiras, por 3 a 1. Agora, o clube paulista é o maior campeão da modalidade na história. Em entrevista ao "Encontro com Fátima Bernardes", Gabi Zanotti, atacante do time, falou sobre a falta de oportunidade para mulheres no futebol.


"É lógico que o processo ainda é muito lento, mas eu fico muito contente com a evolução da modalidade e com a estrutura que os times estão oferecendo hoje. A gente sabe que tem muita coisa para melhorar, mas como vocês falaram, nós mulheres só precisamos de espaço e de oportunidade para mostrar o nosso trabalho", disse a jogadora. 


O Corinthians participa do Brasileirão Feminino desde 2016, e de lá para cá já ganhou 3 títulos (2018, 2020 e 2021). Zanotti também falou sobre a falta de reajuste na premiação do campeonato. "Vamos para o quinto ano sem um reajuste na premiação. Isso é inadmissível pelo que conseguimos conquistar. Não estou aqui brigando pelo Corinthians, estou aqui brigando pela modalidade", afirmou.

O time feminino celebrando o terceiro título do Brasileirão
Instagram
O time feminino celebrando o terceiro título do Brasileirão


A atacante contou que o valor da modalidade é cerca de 120 mil reais.  "Para você pensar em toda uma estrutura, um ano de trabalho, o clube não consegue se manter", completou. Na entrevista, Zanotti também se mostrou grata pelo apoio que recebe da família e disse que espera que isso sirva de exemplo para que as famílias apoiem o sonho de suas filhas. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários