Kathlen Romeu
Reprodução
Kathlen Romeu



A morte da jovem Kathlen Romeu, 24 anos, baleada por um tiro de fuzil no Complexo do Lins, Zona Norte do Rio de Janeiro, completa 100 dias nesta quinta-feira (16). A investigação, no entanto, ainda não foi concluída. No dia 14 de julho a Polícia Civil realizou uma reconstituição do crime , o prazo de dois meses para entrega do resultado do laudo venceu e não foi apresentada conclusão.


Leia Também

Kathlen, que estava grávida de quatro meses quando foi morta, foi visitar a família na comunidade Complexo do Lins e se deparou com uma operação policial no local.  Organizações do movimento social pressionam orgãos públicos por justiça.

A reconstituição pode esclarecer de onde veio o tiro de fuzil que acertou o tórax da decoradora de interiores e se ocorreu ou não alterações na cena do crime.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários