Sargento da PM é acusado de estupro
Reprodução/Pexels
Sargento da PM é acusado de estupro


O sargento Jairo Stenio da Silva Souza, de 45 anos, acusado de um estupro de vulnerável (uma criança), três estupros, e uma importunação sexual, vai ser ouvido pela Justiça Militar na próxima segunda-feira (19). A informação é de Josmar Jozino, colunista do UOL.

Com prisão preventiva decretada no dia 16 de junho, Jairo está no Presídio Militar Romão Gomes, na zona norte de São Paulo (SP). O colunista do UOL teve acesso à parte da documentação do caso que segue em segredo judicial.



O sargento é acusado de estuprar uma criança de oito anos, que acompanhou uma ação policial em que ele participou. Documentos do Ministério Público de São Paulo informam que o militar ofereceu cesta básica à família da menor e prometeu ajuda. Ele foi até a casa da família nos dias 9 e 11 de junho e, no dia 11, voltou à residência quando os pais da menor não estavam no local.

Jairo Souza pediu que o irmão da vítima, que também é menor e tem 13 anos, fechasse o portão da casa e cobrisse a placa do seu carro com um pano. Ao fazer isso, o garoto flagrou o sargento abusando sexualmente da sua irmã. Os irmãos relataram o abuso aos pais, que denunciaram o caso após o cachorro da família morrer de forma estranha três dias depois do caso. Segundo o UOL, para a Corregedoria da PM, o sargento usou do serviço assistencial para cometer prática delituosa. Nos outros casos, de estupro e importunação, Jairo Souza também foi denunciado à Justiça.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários