Guia para o casamento no inverno

Cardápio, local e decoração: quem decide casar em dias de frio deve tomar alguns cuidados para deixar o evento agradável

Danielle Nordi - iG São Paulo

Inverno inspira romance e casar nesse clima é o desejo de muitas mulheres. Mas mesmo em um país como o Brasil, onde o inverno não é tão rigoroso quanto em outras partes do mundo, eventos nessa estação do ano demandam atenção especial. Aquecedores, horários alternativos e cardápios adaptados são apenas alguns dos itens que devem ser considerados. Veja abaixo algumas dicas.

Casar no fim da tarde pode ser uma maneira de driblar o frio da noite no inverno. Foto: Divulgação/Espaço AragonSe optar por casar ao ar livre, procure colocar uma cobertura para proteger do vento. Foto: Divulgação/Espaço AragonAquecedores são fundamentais em casamentos ao ar livre em dias frios. Foto: Divulgação/Espaço AragonDecoração com velas deixa o ambiente mais aconchegante. Foto: Divulgação/Espaço AragonPreste atenção na fumaça que a vela solta para não incomodar os convidados. Foto: Divulgação/Espaço AragonMontar uma ilha de caldos é opção interessante para aquecer os convidados. Foto: Divulgação/Buffet Moreno'sFondue de queijo faz sucesso em casamentos no inverno. Foto: Divulgação/Buffet Moreno'sEscondidinho de carne seca é boa opção para um cardápio de inverno. Foto: Divulgação/Buffet Moreno'sDoces com chocolate são sempre bem-vindos em dias frios. Foto: DivulgaçãoDoce é uma boa opção de lembrancinha também. Foto: DivulgaçãoO vestido da estilista Solaine Piccoli traz mangas de renda para noivas que querem se proteger do frio. Foto: Nilson VersattiOutra opção de vestido para usar durante o inverno. De Solaine Piccoli. Foto: Nilson VersattiColeção Divas com modelos de vestidos de inverno da estilista Solaine Piccoli. Foto: Nilson VersattiPelerine de renda para proteger a noiva do frio. De Cymbeline. Foto: DivulgaçãoModelo de inverno da Cymbeline. Foto: DivulgaçãoVestido com mangas de renda da Cymbeline. Foto: Divulgação

Ao ar livre

Quem não abre mão de casar ao livre pode aproveitar a estação fria. Horários intermediários, como o fim da tarde, possibilitam uma cerimônia mais quente sem perder em nada para casamentos noturnos. É também no inverno que as chuvas costumam dar uma trégua e o tempo firme facilita a vida dos noivos, e dos convidados.

“Escolhemos casar ao ar livre no final do inverno. Choveu no início do dia e por isso resolvemos passar o casamento, que seria no gramado, para o espaço interno”, conta a relações públicas Flavia Pacheco Giuliano, 38, que se casou em setembro de 2009.

Ter um “plano B” é essencial quando o casamento depende do clima para acontecer. Para não ter surpresas, Alain Pierre, proprietário do Espaço Aragon, checa a previsão do tempo no início da semana. “Depois de nos preparar e tomar as providências necessárias, como providenciar aquecedores, entramos em contato com as noivas para que elas também possam se preparar.”

Algumas noivas optam por disponibilizar mantas individuais para casamentos ao ar livre. Neste caso, muita atenção com a conservação e higienização. “Se não forem mantas novas que podem ser dadas de presente para as convidadas, é preciso ter muito cuidado com a limpeza. As pessoas precisam ter uma boa impressão das mantas para que a ideia seja bem sucedida”, afirma a consultora de imagem, moda e etiqueta Ana Vaz.

Horário

“Um ótimo horário para casamento no inverno é o final da tarde, por volta das 16h. Fica lindo e a festa não avança tanto na madrugada, que pode ser bastante fria”, ensina Ana.

Teste: Casar de dia ou à noite?

Alain também considera o fim de tarde o horário ideal. “Ainda tem um calorzinho do sol. Se a cerimônia for em espaço aberto, quando está começando a esfriar já é hora do coquetel, realizado em local fechado.” 

Arquivo pessoal
Flávia casou no inverno e optou por fazer o evento dentro de um espaço fechado

Cardápio

As noivas estão livres para privilegiar comidas mais encorpadas. Carboidratos em geral, castanhas, nozes, chocolates e carnes são sempre bem-vindos. “O cardápio muda porque o corpo quer comer diferente”, diz a chef Adriana Cymes, do buffet Arroz de Festa.

Leia: Chefs preparam cardápios de casamento para todos os gostos e bolsos

“Optamos por minipratos quentes no coquetel para aquecer os convidados. O que fez mais sucesso foi o filet mignon ao molho madeira”, conta a comerciante Karine Burille, 32, que se casou em junho de 2011.

Montar uma ilha de caldos é uma maneira gostosa de esquentar a noite. “Normalmente disponibilizamos quatro opções de caldos. Também servimos escondidinhos de carne seca ou polenta com ragu durante o coquetel, por exemplo”, explica o chef Marcelo Moreno, do buffet Moreno’s.

Para o prato principal, Adriana sugere massas com molhos a base de queijo ou risotos mais encorpados. Já para a sobremesa, além de chocolate, opções quentes são viáveis. “As pessoas continuam consumindo sorvete no inverno, mas uma torta quente de maça ou pêra é uma ótima opção.”

Roupa

“Noiva raramente sente frio, mesmo assim é preciso se cercar de todos os cuidados para que ela fique confortável”, afirma o assessor de casamento Duda Carvalho. Bolero, casado, pelerine e spencer de renda são soluções elegantes para a noiva se proteger do frio.

Leia também:
70 vestidos de noiva das passarelas internacionais

“Não tem jeito, noivas não gostam de manga longa. Fica chique, mas mesmo assim tem as que pedem para retirar as mangas poucos dias antes do casamento. O campeão, mesmo no inverno, é o modelo tomara que caia”, conta a estilista Solaine Piccoli.

Para as madrinhas e convidadas as opções vão além das tradicionais estolas. “O homem não tem com o que se preocupar porque estará bem protegido do frio, mas as mulheres esquecem que têm ótimas opções para escolher, como pantalona, blazer e casaquetos. É possível até mesmo usar terninho em um casamento de inverno”, diz Ana Vaz.

Divulgação/Espaço Aragon
Aquecedores são fundamentais em casamentos ao ar livre no inverno

Decoração

O inverno possibilita diversas opções de decoração. Velas, tapetes, sofás e flores de cores quentes tornam o ambiente mais aconchegante. “Atenção para a fumaça que as velas soltam. Não pode ser incômodo para os convidados”, alerta Ana.

Leia também:
Quais flores escolher em cada estação?

Mas a figura central no inverno é mesmo o aquecedor e ele deve ser mesclado à decoração do ambiente. “Recomendamos um aquecedor para cada 50 convidados. Nessa proporção o local fica aquecido. Hoje em dia os modelos disponíveis são bonitos e não destoam da decoração”, afirma Alain Pierre.

Os sofás podem ser usados em espaços específicos. “Quando você monta um lounge na sua festa é como se você trouxesse o convidado para dentro da sua casa. É um ambiente muito aconchegante”, explica Duda.

Gastos

A necessidade de adaptar vários itens do casamento para o tempo frio não precisa se refletir nos gastos. “Mesmo que seja necessário investir em itens que normalmente não fariam parte do orçamento de um casamento no verão, como aquecedores, o cliente não precisa gastar mais porque no inverno existe uma margem bem elástica de negociação com fornecedores”, explica Duda Carvalho.

>>> Calcule quanto gastar com cada item do seu casamento

Lembrancinhas

Apesar de não ser obrigatório adaptar lembrancinhas à época do ano, novas ideias surgem no inverno. “Em vez de chinelos personalizados, algumas noivas optam por cachecóis ou mesmo a manta que foi usada durante a cerimônia”, diz Ana. Se a opção for por uma caixa de doce como lembrancinha, por exemplo, receitas que usam chocolate certamente farão muito sucesso.

Leia também

Ideias, dicas e soluções para a noiva planejar o grande dia

Tudo o que você precisa fazer mês a mês para planejar seu casamento

De dia ou à noite: guia rápido para casamentos nos dois horários

 

Leia tudo sobre: casamento no invernoinvernodecoraçãocardápiobuffetlembrancinharoupavestido de noivagastosideiasdicas

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG