Dez dicas espertas para lidar com a inveja alheia ou com a sensação da perda

Para quem virou a atual...

1) Não atice a ex! Não precisa sufocar o namorado com beijos e chupões toda vez que encontrar a ex dele, para marcar território. Provar que estão juntos a todo momento é dispensável.

2) Não se deixe influenciar. Um novo relacionamento mexe com toda uma estrutura: família, amigos, colegas de trabalho, gato, papagaio... Volta e meia uma atual ouve algum comentário que a irrita (em geral, sobre a ex). Não leve para o lado pessoal.

3) Não se "ache". Ser invejada não significa ser a mais gostosa, a mais bonita, a mais popular. Em muitos casos, a inveja é mesmo problema de quem tem, não tem nada a ver com você que, inclusive, pode ser apenas um bode expiatório de problemas emocionais mais sérios

4) Não se torne refém dela. Não deixe de comemorar conquistas ou usar um vestido maravilhoso em uma festa, por exemplo, com receio de irritar a atual dele. Seja você.

5) Não acredite na inveja. Se tudo o que acontece de ruim a você é fruto de energias negativas, então o que ocorre de bom também é obra dos pensamentos alheios? Ou você fez por merecer? Não se isente da responsabilidade.

Para quem virou a ex...

1) Mentalize coisas positivas. Varra para bem a longe as crenças de que nunca mais vai amar na vida, de que ele a deixou porque está acima do peso, de que o mundo caiu.

2) Livre-se das lembranças. Chorar abraçada à fotografia dele é cena de novela cafona. Faça uma faxina emocional e jogue fora tudo o que a leve a se lembrar do ex.

3) Cuide do visual. Os colegas de trabalho só vão sentir pena de você se for trabalhar com a roupa amarfanhada ou os olhos inchados de tanto chorar na primeira semana após o pé na bunda. Na segunda semana, vão considerá-la porca. Na terceira, vão dar razão ao ex. Deixar de usar perfume ou escovar os dentes não o trarão de volta. Não descuide da vaidade, pois o mundo vai tratá-la da mesma maneira que você se trata. Então, trate-se bem.

4) Saia de casa. Passado o período inicial de luto (mais ou menos um mês), procure os amigos que não vê há muito tempo, vá caminhar no parque ou pelo bairro, jante em um restaurante exótico, viaje...

5) Encontre novos objetivos. Inscreva-se em aulas de dança ou em algum curso que considera interessante. Pode apostar: você vai se distrair de maneira produtiva e fazer novas amizades.

Leia mais sobre: relacionamentos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.