Não pergunte se foi planejado, se ela quer mais filhos ou se você pode colocar a mão na barriga dela. Veja outras frases que você deve evitar

Durante a gravidez não faltam pessoas para opinar e fazer comentários sobre a gestação, o bebê ou o comportamento da futura mãe. Mas é preciso muito cuidado para não falar coisas que possam ofender. Muitas vezes, até mesmo as frases mais bem intencionados podem ser recebidas como invasivas para algumas mulheres grávidas. 

Leia mais: 10 mitos sobre a gravidez que precisam ser quebrados

Pedir para tocar a barriga de mulheres grávidas pode deixá-las em uma situação desconfortável
Shuttersock
Pedir para tocar a barriga de mulheres grávidas pode deixá-las em uma situação desconfortável


Veja quais 7 coisas que você não deve perguntar a mulheres grávidas e evite situações desconfortáveis:

1. Foi planejado?

Será que realmente importa se a mulher planejou a gravidez com o marido ou foi um acidente? Se ela está dizendo que está gravida é porque ela quer que você saiba disso e só. Ela não quer passar por uma série de perguntas desnecessárias, apenas diga: "Parabens!". 

2.  Você tem certeza que não está esperando gêmeos?

Algumas mulheres engordam mais do que outras durante a gestação. Então, você pode trocar essa pergunta rude por um elogio como "Você está bem assim!". Além disso, com tantas tecnologias e controle no pré-natal, ela certamente sabe se está esperando ou não dois bebês. 

Leia mais: 15 mitos e verdades sobre bebês prematuros

3. Posso tocar sua barriga?

Nunca fale isso! Essa pergunta é invasiva e pode colocar a mulher em uma situação desconfortável. Se o bebê estiver chutando e ela quiser que você sinta, pode ter certeza que ela mesma oferecerá. 

4. Você quer uma menina ou um menino?

Isso pressupõe que há uma preferência para os pais, mas será que o sexo da criança é tão relevante assim? Troque essa pergunta por desejos de saúde e felicidade ao bebê. 

5. Vai trabalhar quando o bebê nascer?

É natural questionar sobre os planos de uma mulher após o parto, mas tenha cuidado ao reagir a resposta. Muitas mães precisam voltar a trabalhar por questões financeiras e a situação não deve ser encarada como egoísmo ou descuido.

Leia mais: Saiba quais são os principais mitos sobre engravidar

6. Você planeja ter mais filhos?

O bebê ainda nem nasceu, então com certeza isso não é assunto para agora. Deixe ela viver a gestação e a maternidade sem cobranças. 

7. Será que você pode mesmo comer/beber isso?

Muitas vezes você quer ajudar, mas perguntas como essa são desnecessárias e inconvenientes. Pode ter certeza que os alimentos e bebidas que grávidas podem ou não ingerir será tema de uma das primeiras conversas entre ela e o ginecologista. 


    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.