12 sintomas da gravidez

Enjoos, inchaço nos seios e aumento da frequência urinária são alguns dos sinais, mas nem sempre indicam a ocorrência da gestação

Giovanna Tavares, iG São Paulo

Getty Images
Teste de farmácia: sintomas da gravidez podem ser confundidos com outras condições

Muitos dos sintomas da gravidez podem ser facilmente confundidos com outras condições. “Não existe um sintoma específico da gravidez. Eles são sugestivos”, afirma Eduardo Cordioli, ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein. Ou seja: estes sintomas sugerem algum outro estado do corpo, não necessariamente uma gestação.

Não é incomum, também, estar grávida e confundir os sintomas com tensão pré-menstrual. “Os primeiros sintomas podem começar a aparecer a partir de uma semana antes da menstruação”, afirma a ginecologista e obstetra Denise Coimbra.

O atraso menstrual costuma ser o ponto de partida. A partir dele, a mulher nota outras reações, como inchaço e dor nos seios, leves cólicas no baixo ventre e enjoos, entre outros sintomas comuns, listados abaixo.

Mas a confirmação de uma gravidez só pode ser feita com um exame adequado, indicado por seu médico. “A mulher deve procurar um ginecologista para entender o que está acontecendo com o seu corpo”, recomenda João Antonio Dias Junior, médico do Centro de Reprodução do Hospital Sírio Libanês.

>> Confira 12 sintomas que podem indicar gravidez:

Atraso menstrual: acontece porque o organismo interrompe a menstruação a fim de preparar o útero para o feto. Foto: Getty ImagesInchaço e dores nos seios: o corpo passa a produzir hormônios que irão estimular a produção de leite. É um sintoma precoce.. Foto: Getty ImagesAumento da frequência urinária: é resultado da ação da progesterona no corpo e da pressão exercida pelo útero sobre a bexiga. Foto: Getty ImagesCólicas: o útero está se adaptando para abrigar o embrião. Algumas mulheres ignoram este sintoma, já que ele pode ser associado à menstruação. Foto: Getty ImagesSangramento: é resultado da implantação do embrião no útero. Pode passar despercebido para algumas mulheres, principalmente se for leve. Foto: Getty ImagesEscurecimento dos mamilos: acontece devido à ação dos hormônios que mantêm a gestação. Foto: Getty ImagesNáuseas e enjoos: está relacionado às alterações de olfato e paladar comuns durante a gestação, além da questão hormonal. Foto: Getty ImagesFadiga e cansaço: acontece por causa de alterações hormonais no corpo, como o aumento do hormônio progesterona, responsável pela manutenção da gravidez. Foto: Getty ImagesDesejos diferentes: os hormônios também são responsáveis por desejos de determinados alimentos – e aversão por outros – ao longo da gravidez. Foto: Getty ImagesDores de cabeça: o fluxo sanguíneo passa a ser mais intenso no período da gestação o que pode causar dores de cabeça. Foto: Getty ImagesVariações de humor: os hormônios, que preparam o corpo para o desenvolvimento do bebê, também provocam as alterações de humor. Foto: Getty ImagesTonturas e desmaios: durante os primeiros meses de gravidez, a pressão sanguínea da mulher pode cair. Este não é um sintoma frequente. Foto: Getty Images

1. Atraso menstrual
Por que acontece? O organismo interrompe a menstruação a fim de preparar o útero para o feto.
O atraso menstrual nem sempre indica gravidez. Também pode ser sintoma de alterações hormonais, estresse e perda ou ganho de peso.

2. Inchaço e dores nos seios
Por que acontece?
O corpo passa a produzir hormônios que irão estimular a produção de leite. É um sintoma precoce.
O inchaço e as dores nos seios nem sempre indicam gravidez. Podem ser sintomas de TPM e alterações hormonais em função do uso de pílulas anticoncepcionais.

3. Aumento da frequência urinária
Por que acontece?
É resultado da ação da progesterona no corpo e da pressão exercida pelo útero sobre a bexiga.
O aumento da frequência urinária nem sempre indica gravidez. Também pode ser sintoma de infecção urinária (quando acompanhada de dor), uso de medicamentos diuréticos e diabetes.

4. Cólicas
Por que acontece?
O útero está se adaptando para abrigar o embrião. Algumas mulheres ignoram este sintoma, já que ele pode ser associado à menstruação.
Cólicas nem sempre indicam gravidez. Também podem ser sintomas de menstruação e infecções intestinais, entre outros.

5. Sangramento
Por que acontece?
É resultado da implantação do embrião no útero. Pode passar despercebido para algumas mulheres, principalmente se for leve.
O sangramento nem sempre indica gravidez. Também pode ser sintoma de menstruação, ferimento interno, infecção ou alterações hormonais.

6. Escurecimento dos mamilos
Por que acontece?
Devido à ação dos hormônios que mantêm a gestação.
O escurecimento dos mamilos nem sempre indica gravidez. Também pode ser sintoma de disfunção hormonal.

 

Getty Images
A confirmação da gravidez depende de uma consulta e exames indicados pelo médico

7. Náuseas e enjoos
Por que acontece?
Está relacionado às alterações de olfato e paladar comuns durante a gestação, além da questão hormonal. Algumas mulheres podem se sentir enjoadas nas primeiras semanas após a concepção, enquanto outras só sentem este sintoma após o terceiro mês de gravidez.
Náuseas e enjoos nem sempre indicam gravidez. Também podem ser sintomas de intoxicação alimentar, viroses, infecções bacterianas, entre outros.

8. Fadiga e cansaço
Por que acontece?
Devido às alterações hormonais no corpo, como o aumento do hormônio progesterona, responsável pela manutenção da gravidez.
Fadiga e cansaço nem sempre indicam gravidez. Também podem ser sintomas de estresse, exaustão, resfriado ou gripe.

9. Desejos diferentes
Por que acontece?
Os hormônios também são responsáveis por desejos de determinados alimentos – e aversão por outros – ao longo da gravidez. Pode também indicar a necessidade de repor algum nutriente em falta no corpo da mulher.
Desejos ou aversão por alimento nem sempre indicam gravidez. Também podem ser sintomas de TPM, ansiedade e falta de nutrientes, entre outros.

10. Dores de cabeça
Por que acontece?
O fluxo sanguíneo passa a ser mais intenso no período da gestação.
Dores de cabeça nem sempre indicam gravidez. Também podem ser sintomas de TPM, exaustão, resfriados ou gripes, entre outras doenças.

11. Variações de humor
Por que acontece?
Os hormônios, que preparam o corpo para o desenvolvimento do bebê, também provocam as alterações de humor.
Variações de humor nem sempre indicam gravidez. Também pode ser sintomas de TPM, estresse, desgaste físico e mental, problemas psicológicos.

12. Tonturas e desmaios
Por que acontece?
Durante os primeiros meses de gravidez, a pressão sanguínea da mulher pode cair. Este não é um sintoma frequente.
Tonturas e desmaios nem sempre indicam gravidez. Também podem ser sintomas de pressão baixa, hipoglicemia e problemas cardiovasculares, entre outros.

Fontes: Edilson Ogeda, do Hospital Samaritano de São Paulo; Eduardo Cordioli, ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein; Denise Coimbra, ginecologista e obstetra; João Antonio Dias Junior, médico do Centro de Reprodução do Hospital Sírio Libanês.

Leia tudo sobre: sintomagravidezgrávidagestaçãoposso estar grávidaenjooseiosinchaçoxixiexamebebêgestante

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG