Chata ativa, passiva ou nenhuma das opções? Faça o teste e descubra se precisa caprichar mais no convívio social

Às vezes a gente é chato sem perceber. Há diversas situações em que não é muito fácil ter tato social, ou que é necessário incomodar o outro. O psicólogo Ailton Amélio divide os chatos em dois tipos: ativos e passivos. "O principal motivo da chatice é que a conversa com o chato produz mais custos do que benefícios para o interlocutor", afirma. O chato ativo se impõe: fala alto, coloca sua opinião de forma agressiva e monopoliza a conversa. O passivo, por outro lado, peca pela falta de atitude. Não diz o que pensa, não omite opiniões, não dá andamento à conversa.

Faça o teste e descubra se você é chata.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.