Especialistas em etiqueta esclarecem dúvidas para ajudar quem quer comprar o presente certo

Quanto menos pessoal, melhor: algumas regras básicas evitam a insatisfação do presenteado
Getty Images
Quanto menos pessoal, melhor: algumas regras básicas evitam a insatisfação do presenteado

Fim de ano é sinônimo de confraternização, de alegria, de celebração...e de generosidade. Vai chegando o Natal e quase sem querer a gente se sente mais sensível aos desejos do próximo, de fato, faz parte do ‘espírito de natal’ arranjar pretextos para dar e receber presentes: amigos ou inimigos-secretos, nas reuniões de final de ano, o personagem principal é sempre ele, o presente!

Mas existem regras de etiqueta na hora de presentear alguém? Quais os cuidados que devemos ter ao comprar um presente?

A especialista em etiqueta e comportamento Cláudia Matarazzo afirma que, independente de quem seja a pessoa presenteada, é preciso sempre dar a opção de troca.

"A maior gafe, a meu ver, é dar um presente sem etiqueta ou embalagem que permita que a pessoa realize uma troca futura", diz.

Segundo ela, por mais íntima que seja a relação, devemos procurar evitar artigos muito pessoais - como roupas, sapatos e perfumes - na hora de presentear alguém.

"Quando optamos por presentes excessivamente pessoais como esses, a chance de errar é maior porque eles envolvem questões como tamanho, caimento e personalidade", diz.

A consultora de imagem e docente do curso de Etiqueta Social do Senac Campinas, Mara Pusch, afirma que na hora de escolher um presente, o mais importante - e elegante - é pensar cuidadosamente na pessoa que será presenteada.

"O valor é o menos importante. Legal mesmo é quando percebemos que o outro pensou em nós quando comprou determinado produto, ou seja, realmente quis nos agradar", ressalta.

Muita gente se vê em uma saia justa quando chega a época do Natal, pois não sabe exatamente quem deve considerar na hora de realizar as compras de fim de ano - e tampouco a maneira mais adequada de fazer a entrega dos presentes.

Uma dúvida bastante comum se refere às crianças: se há mais de uma na ceia natalina, devemos comprar presentes para todas? Mara Pusch diz que, no caso específico das crianças, é importante saber exatamente qual é o ritual do local em que passaremos a ceia.

"Se todo mundo chega e coloca os presentes debaixo da árvore, por exemplo, você não precisa se preocupar muito com todas as crianças caso vá presentear apenas uma, pois o momento da troca geralmente é mais descontraído, com todo mundo se presenteando ao mesmo tempo", afirma ela.

Se a entrega dos presentes é mais ritualizada, no entanto, é melhor se prevenir para não acabar passando vergonha.

"Se você vai presentear apenas uma criança, as outras que estão no mesmo ambiente podem ver e cobrar. Por isso, recomendo sempre que as pessoas levem lembrancinhas simples para todos os pequenos, assim correm menos risco de acabar em uma situação delicada", aconselha a consultora. Um saquinho cheio de chocolates em formatos natalinos, por exemplo, é uma boa alternativa para agradar os pimpolhos.

No caso dos idosos, a regra é parecida. "Se quiser ser delicado, compre um sabonete especial para cada idoso que for estar com você na noite de Natal", sugere Mara.

Independente da preocupação com as crianças ou com os idosos, se você for passar a ceia natalina na casa de amigos, é bom certificar-se sobre os costumes e tradições da família anfitriã.

De acordo com Cláudia Matarazzo, só faz sentido presentearmos as pessoas que realmente conhecemos. "Não é porque você vai a uma festa com muitas pessoas que sairá distribuindo presentes a todos", diz.

I sso não significa, porém, que seja elegante chegar de mãos abanando: é de bom tom comprar algo para a casa ou mesmo para ser desfrutado durante a própria ceia de Natal. Uma sobremesa especial, como um bolo natalino, é uma ótima opção. Flores também são permitidas, no entanto devem estar plantadas. "Caso contrário o anfitrião terá que se preocupar com água e vaso apropriado", pondera Cláudia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.