No imóvel de 260 m², a designer de interiores Cristina Barbara abusou de painéis com ripas de madeira e cores claras para trazer a sensação de aconchego

O loft de 260 m², localizado na Vila Nova Conceição, tem pé direito duplo, dois andares e muita madeira nos ambientes. Os espaços são grandiosos, mas nada está em excesso. Ao contrário. A designer de interiores Cristina Barbara aproveitou todo o potencial do imóvel para garantir elegância ao projeto. “A cliente trabalhava em casa e queria muita vida e cor na decoração. Resolvi logo apostar em madeira de demolição nos pisos e ripas de carvalho americano nas paredes, trazendo a sensação de conforto e mais destaque ao pé direito”, diz.

Leia mais: Quarto: 16 erros para evitar no projeto

A reforma comandada por Cristina durou oito meses e teve na mudança da escada da sala de jantar outro ponto forte. A designer cobriu a antiga estrutura metálica com mármore Navona e valorizou o acesso ao mezanino. “Aproveitei ainda o espaço embaixo da escada para colocar um baú que a cliente já possuía e criar um armário embutido. A praticidade foi um aspecto fundamental”, afirma. Integrado com a sala de jantar, o living esbanja requinte com peças de Sergio Rodrigues , que invadem inclusive o mezanino – o sofá e a cadeira Mole do andar superior são bons exemplos.

O estilo rústico predominante no projeto ganhou um poderoso contraste moderno: a mesa de jantar em laca laranja. O móvel desenhado por Cristina apresenta tamanho maior do que o tradicional – para dispensar o uso de aparador – e uma placa de aço escovado na superfície. “Optei por este revestimento como apoio aos utensílios da cozinha , no caso de festas ou recepções”, ressalta. Outro item que se destaca na decoração é o charmoso pendente da La Lampe, feito com folha de bálsamo.

O imóvel planejado por Cristina Barbara tem quase seis metros de pé direito
Divulgação
O imóvel planejado por Cristina Barbara tem quase seis metros de pé direito

A designer de interiores preocupou-se também em ressaltar a beleza do pé direito duplo no sistema de iluminação do apartamento. Spots foram espalhados pelos ambientes e sancas conferiram mais beleza. No quarto de casal, a designer instalou fitas LED nas sancas e apostou em luminárias de mesa para o criado-mudo. O ambiente de 24 m² ganhou ainda mais aconchego com a cabeceira da cama revestida por tecido, além da bancada de estudo e da cadeira da Etel Design .

O imóvel paulistano conta ainda com uma sauna de seis metros quadrados toda revestida por pastilhas. “Antes da reforma o local era um banheiro. Coloquei pastilhas e criei uma espreguiçadeira esculpida no cimento, no objetivo de conseguir mais conforto. O teto também foi reformado, ganhando uma inclinação para que a água não pingasse na cliente”, afirma. A proposta de deixar tudo mais confortável invadiu a área externa do loft. O espaço de 32 m² recebeu uma jacuzzi, deck de madeira e um painel de bambu repleto de orquídeas nas paredes.

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.