O combate à violência contra a mulher é uma pauta de toda a sociedade e o Lifetime, marca de entretenimento multiplataforma dedicado à mulher, não poderia deixar de agir em prol da maior conscientização dessa importante luta no dia em que se destaca exatamente essa agenda. O dia 25 de novembro foi escolhido pela Assembleia Geral das Nações Unidas como representante internacional dessa peleja tão necessária.

O normal é que te amem
Divulgação
O normal é que te amem

A ex-modelo Luiza Brunet, uma voz atuante na causa, e a psicóloga e influenciadora Giselle Prado, criadora do perfil @umsocorroameianoite, se juntam ao Lifetime para dar forma e conteúdo ao mês de Conscientização pelo Fim da Violência contra a Mulher, uma série de ações estrategicamente planejadas para alertar sobre essa chaga social.

Cápsulas de 1’ com Luiza Brunet para exibição nas redes sociais e nos canais das quatro marcas do grupo A+E Networks Brasil (History, History 2 e A&E, além do próprio Lifetime) e nos cinemas; e 10 peças de 10” com o conteúdo do projeto "Um Socorro à Meia-noite", nas redes sociais e no canal Lifetime.

No dia 25/11, o Lifetime terá uma programação especial de filmes, com a estreia do longa “My Story - Minha História” (uma emocionante história de violência doméstica e superação, baseada em uma história real) e exibições de outras produções que abordam o tema, como o sucesso” Lorena Bobbitt: A Mulher Que Castrou o Marido”, entre outras.

Leia Também

Leia Também

O History será um parceiro importante nessa ação, já que replicará todos os conteúdos postados nas redes sociais do Lifetime e exibirá o especial “Hoje na Gistória”, que explicará a origem da data, declarada em 1999 em homenagem às irmãs Mirabal, assassinadas violentamente na República Dominicana em 1960.

O mote da campanha foi desenvolvido para ressoar e estimular a denúncia de agressores e abusadores: “O normal é que te amem”.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários