Decoração com elementos de vidro: razões para empregar o material em variados ambientes
Redação EdiCase
Decoração com elementos de vidro: razões para empregar o material em variados ambientes

*Por Danilo Costa (DC33 Comunicação)

Arquitetas Claudia Yamada e Monike Lafuente, explicam as funcionalidades e como o vidro pode agregar na vida dos moradores

O vidro é o material ideal para quem deseja um ambiente mais fluido e leve. Seja na decoração, nas divisórias de espaços ou apenas como detalhe, ele não perde seu charme e se integra facilmente em qualquer estilo. Além de tudo, contribui com o intuito de atribuir as sensações de amplitude e limpeza.

> 5 dicas para decorar apartamentos pequenos

Peça curinga para criar uma atmosfera mais elegante, o vidro se destaca entre móveis, ambientes e objetos. Por deixar os espaços mais clean, é usual em locais arejados e claros, dando lugar à luz natural do dia, sendo um ótimo aliado para economia de energia. As arquitetas Claudia Yamada e Monike Lafuente, sócias do Studio Tan-gram, abordam algumas questões para quem deseja incluir o vidro no décor residencial.

Separação e setorização de espaços

As divisórias de vidro se configuram como uma alternativa interessante para a separação prática do layout. Por dar a sensação de continuidade, elimina a percepção de ambientes fechados.

“Em aptos do tipo estúdio e ou com metragens reduzidas, quando um mesmo cômodo agrega várias funções, o vidro é excelente para setorizar os ambientes sem pesar visualmente e transmitir a impressão de um espaço ainda menor”, explica Monike.

Bancada de vidro para refeições

Quando o intuito é proteger a madeira de manchas, o vidro é perfeito para deixá-la intacta. “Podemos empregar o vidro branco como quadro de anotações na cozinha, que é uma mão na roda para quem gosta de anotar a lista de compras, tarefas ou receitas. Nas superfícies, ele evita que a madeira seja danificada com o contato direto com alimentos e bebidas em mesas e bancadas”, detalha.

> Veja como adotar revestimentos coloridos e desenhados na decoração

Portas clássicas de vidro

alt
Porta de vidro (Imagem: Estúdio Tan-gram | São Paulo )

Como uma barreira física, as portas de vidro são exímias para resolver problemas com relação a cheiro e barulho, além de limitar o acesso ou mesmo conectar espaços.

“Elas também permitem uma integração visual, ou seja, o morador continua vendo tudo que está acontecendo do outro lado. Além disso, abre a possibilidade de a luz natural adentrar os ambientes, o que não acontece se colocarmos portas maciças de madeira, por exemplo”, comenta Monike.

Leia Também

Em closets, por exemplo, o uso de portas de vidro permite ver cada item rapidamente sem que o morador precise, necessariamente, abrir a porta.

Em objetos de décor

O uso do vidro transparente em objetos de decoração propriamente ditos como vasos, mesas de centro e mesinhas laterais costumam ter uma baixa presença no décor contemporâneo.

“Os vidros transparentes adicionam mais leveza e não acrescentam informação ao ambiente. Se essa for a intenção, está perfeito, mas se o objetivo for trazer estilo em um projeto de base neutra, não consideramos como um caminho interessante”, confirmam as arquitetas.

> Revista Projeto e decoração: decoração moderna

Para fugir do convencional, os vidros coloridos são super bem-vindos, com as tonalidades alcançadas por meio de um adesivo que reveste o elemento, ou quando são fabricados a cor específica.

Leia também

Estilo japandi: conheça tendência que une elementos do décor japonês e escandinavo

Revista Projeto e decoração: decoração tropical

Cores metalizadas podem ajudar a compor ambiente para o home-office

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários