Outubro Rosa: 5 curiosidades sobre a campanha
Reprodução: Alto Astral
Outubro Rosa: 5 curiosidades sobre a campanha

O mês de outubro é marcado pela cor rosa nas redes sociais, nos espaços públicos e nas propagandas. Esse movimento faz parte da conhecida e importante campanha Outubro Rosa , cujo objetivo é trazer visibilidade ao câncer de mama — a doença que mais mata mulheres, conforme dados divulgados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Mas, além da importância dessa ação, que tal conhecer algumas curiosidades sobre a data? Listamos 5 fatos sobre o Outubro Rosa, que vão desde o surgimento dessa ideia até a instituição de uma lei sobre a conscientização da doença. Confira:

Conheça a história do laço rosa, símbolo da campanha (Foto: Shutterstock)

1.Tudo começou em uma corrida

Em 1990, em Nova York, aconteceu a primeira “Corrida pela Cura”, uma iniciativa da cidade em prol do câncer de mama, que existe até hoje. Foi a partir desse evento que outras campanhas começaram a nascer nos Estados Unidos e ao redor do mundo.

2. O simbólico laço rosa

Símbolo da campanha, o laço cor-de-rosa está presente no movimento desde o início. Ele foi criado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure na década de 1990 e distribuído já na primeira edição da Corrida pela Cura aos pacientes. A escolha da cor não foi aleatória: o câncer de mama é uma doença praticamente exclusiva das mulheres (acomete menos de 1% da população masculina), portanto, a ideia era eleger um tom que representasse o universo feminino. Desde então, a campanha é realizada oficialmente nesta cor.

3. Iluminação de monumentos

Após as primeiras iniciativas que ocorreram nos Estados Unidos, diversos países começaram a engajar na causa. Uma das atitudes tomadas em prol da campanha Outubro Rosa é iluminar os principais monumentos das cidades com luzes na cor rosa. Alguns dos pontos famosos já iluminados foram: a Torre Eiffel, em Paris; o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro; o Jardim Botânico, em Curitiba; e o Empire State Building, em Nova York.

Leia Também

4. Lei que institui a campanha Outubro Rosa

A Presidência da República sancionou, em 2018, a Lei n°13.733, que atua sobre a campanha. Em vigor desde 19 de outubro de 2018, ela prevê que no mês de outubro, obrigatoriamente, deverão ser realizadas atividades de conscientização sobre o câncer de mama.

Ou seja, ações como informar à população sobre a doença, promover palestras e debates com especialistas, incentivar o rastreamento de tumores mamários, distribuir laços cor-de-rosa e iluminar prédios públicos passam a ser deveres do Estado.

5. Promoção do autoexame e check-ups

Um dos objetivos do Outubro Rosa é incentivar o autoexame das mamas e os check-ups com profissionais para a realização de mamografias, por exemplo. A partir desses preventivos, o câncer de mama poder ser diagnosticado precocemente e, consequentemente, apresentar maior chance de cura.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários